EM PORTUGAL

Brasileira é morta e encontrada em mala; família pede ajuda para translado

Ela teria sido morta pelo companheiro e os motivos para o crime seriam passionais; translado de Portugal para o Brasil custa cerca de R$ 30 mil.
IMIRANTE.COM, COM INFORMAÇÕES DO G1 VALES08/10/2019 às 21h29
Brasileira é morta e encontrada em mala; família pede ajuda para transladoCamila Mendes foi morta pelo companheiro em Portugal, onde morava, na terça-feira (1). (Foto: Reprodução / G1 Vales)

PORTUGAL - Uma mulher, identificada como Camila da Silva Mendes, de 30 anos, foi morta pelo companheiro, de 38 anos, na terça-feira passada, (1). De acordo com informações policiais, o companheiro da vítima teria colocado o corpo dela em uma mala e descartado em uma região de mata, em Arruda dos Vinhos, distrito da capital Lisboa, em Portugal.

A família de Camila Mendes, no Brasil, só soube do que tinha acontecido dois dias depois, e agora clama para trazer o corpo da filha para ser velado e enterrado em Ipatinga, interior de Minas Gerais. “O sonho da minha filha era ir pra fora do Brasil e dar uma vida melhor para a filha de 10 anos dela, que mora comigo”, conta a mãe, Dalva Lúcia.

Uma nota divulgada pela Polícia Judiciária (PJ), por meio da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, trata os detalhes do crime que vitimou Camila. O documento diz que a jovem foi atingida por um golpe letal de arma branca.

A justiça de Portugal suspeita, ainda, que Camila Mendes tenha sido morta pelo companheiro e por motivos passionais. Os familiares da vítima corroboram com a versão, e que sim, a morte dela pode estar relacionada a ciúmes.

A família de Camila Mendes informou, conforme a nota a que teve acesso, que o suspeito da morte da jovem, seu companheiro, foi preso horas após o fato, em uma área próxima de onde ele teria se desfeito do corpo da companheira.

O irmão da vítima narra como o crime teria acontecido. “O crime aconteceu dentro da casa onde eles moravam. Ele tentou ocultar o corpo usando uma mala que ele teria comprado com o dinheiro da própria vítima”, conta Wesleis Silva.

Custo do translado

Para transladar o corpo de Camila para Ipatinga, em Minas, a funerária e o Instituto Médico Legal (IML) de Portugal estão cobrando algo em torno de R$ 30 mil, valor que a família declara não ter condições de custear. Para realizar o sepultamento do corpo da jovem em Portugal, também seria muito caro, cerca de R$ 16 mil.

Sem condições financeiras e com o desejo de ver Camila pela última vez, a família clama por apoio de terceiros e criou uma conta nas redes sociais para arcar os custos do translado. “A gente gostaria de trazer o corpo para Ipatinga para dar o último adeus. A família está lutando por isso, fazendo campanha e pedindo ajuda a todos que puderem nos ajudar. Esse é o nosso desejo. A gente sabe que a justiça já está sendo feita, tanto a justiça dos homens quanto a de Deus”, expressa.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.