Feminicídio

Homem mata mulher, ateia fogo na casa e acaba morto em João Lisboa

O feminicídio aconteceu após uma briga do casal, que estava separado, mas ambos ainda estavam na mesma casa.
Imirante.com / Imperatriz19/04/2020 às 09h39
Homem mata mulher, ateia fogo na casa e acaba morto em João LisboaAntônio José Alves Araújo, autor do feminicídio. (Foto: divulgação)

JOÃO LISBOA – Por não aceitar a separação, um homem, identificado como Antônio José Alves Araújo, matou a companheira, ateou fogo na residência, e acabou morrendo com a inalação da fumaça. O crime aconteceu na noite dessa sexta-feira (17), em João Lisboa, a 12 km de Imperatriz.

De acordo com informações do delegado Erich Feitosa, o feminicídio aconteceu por volta das 22h de sexta-feria, na Vila Emiliana, em João Lisboa. A vítima foi a dona de casa, Maria Leila Cardoso Dantas. “Segundo a perícia, a causa da morte da mulher teria sido por asfixia por estrangulamento. Ou seja, a vítima sofreu um golpe de arma branca da região do pescoço”, informou o delegado.

Ainda de acordo com o que a polícia apurou, o casal vivia na mesma casa, mas não estava mais tendo relacionamento. A vítima estaria tentando sair da casa, quando foi atacada pelo ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento. Após golpear a mulher, Antônio José teria ficado no local, onde ele mesmo ateou fogo num colchão, e pode ter morrido pela inalação da fumaça.

As duas crianças filhas do casal não tiveram ferimentos. “Deve ter ocorrido uma briga do casal, e na discussão, Antônio José teria pegado uma faca e desferido no pescoço da vítima. Após isso, ateou fogo no colhão e ficou no local, com a intenção de cometer suicídio”, ressaltou o delegado Erich Feitosa.

O caso chocou os moradores da pacata cidade de João Lisboa. A Polícia Civil abriu inquérito e está investigando o feminicídio.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.