Despedia

Dom Gilberto Pastana sobre Missa de Envio: “emoção múltipla”

A Missa de Envio foi realizada na noite dessa terça-feira, na Catedral de Fátima.
Angra Nascimento /Imirante Imperatriz13/07/2016 às 10h02

IMPERATRIZ – Na noite dessa terça-feira (12), foi realizada na Catedral de Nossa Senhora de Fátima, a Missa Especial de Envio de Dom Gilberto Pastana de Oliveira. Uma multidão de fiéis lotou a igreja, numa celebração marcada de emoção. Emoção esta que tomou conta, também, de Dom Gilberto, que foi transferido para a Diocese de Crato (CE).

(Foto: Angra Nascimento/ Imirante Imperatriz)

Durante a homilia, o bispo fez uma espécie de prestação de contas do 10 anos e oito meses em que teve à frente da Diocese de Imperatriz. Em tom de agradecimento, o sacerdote deu o número das pregações realizadas como bispo, tanto na catedral, um total de 2.370 só na catedral, do número de padres ordenados, um total de 15 em 10 anos, e até da quantidade de km rodados pelo Maranhão.

(Foto: Angra Nascimento/ Imirante Imperatriz)

Agradeceu aos companheiros bispos, padres e os fiéis em geral, e não conteve a emoção e chorou em plena homilia. “Foi uma grande emoção porque a caixa d’água estava cheia. Conservei por muito tempo todas as homenagens e manifestações, e hoje, tinha que soltar a torneira, tinha que esvaziar a caixa. Foi uma emoção múltipla, no sentido de que não só as pessoas se emocionaram, mas eu também me emocionei”, disse o bispo, ainda muito emocionado.

Dom Gilberto atribui o carinho dos fiéis, ao Criador. “Isso é bonito, isso é de Deus, e demonstra o quanto nós, nesse período em que caminhamos juntos, nos comprometendo, nos amando, crescendo no amor de Deus, na vivência comunitária, vivendo a vida que Deus que a gente vivesse”, completou em tom de agradecimento.

(Foto: Angra Nascimento/ Imirante Imperatriz)

Sobre detalhar cada número de missas, realizados na catedral, e em cada paróquia, numa espécie de prestação de contas, Dom Gilberto disse que “é uma prática que eu tenho desde o tempo de padre, e que continuo como bispo, aumentando a dimensão do serviço, como eu citei até os 196 mil e alguma coisa de km que eu andei ao longo desses 10 anos. Eu penso que a bíblia nos fala de números, nos fala das 99 ovelhas que tem que deixar e ir atrás de uma. Isso é importante para a gente mensurar o trabalho pastoral”, afirmou o sacerdote, lembrando o número da solenidade de Corpus Christi, que começou com oito mil camisetas e na última, teve 19 mil.

A Missa Especial de Envio contou, ainda, com a presenças dos bispos Dom Emélio, bispo de Balsas e Dom Sebastião Bandeira, vice da Regional.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.