Em busca de dias melhores

Moto Club completa 85 anos e mira mudanças no futuro do clube

Gestão atual há pouco mais de um ano no clube busca sanear cofres rubro-negros

Thiago Bastos /Imirante Esporte

- Atualizada em 13/09/2022 às 15h22
Time de enorme tradição no futebol maranhense busca melhores dias
Time de enorme tradição no futebol maranhense busca melhores dias

SÃO LUÍS - O Moto Club de São Luís, que nesta terça-feira (13) marca os seus 85 anos de fundação, mira um futuro ainda melhor de sua história. Após gestões anteriores que não foram benéficas para o clube, o “Papão do Norte” - cujo apelido fora dado pelo fato do Moto ser temido na Região do país e em referência à uma turnê histórica do clube - busca ressurgimento.

Em 1937, por influência de uma família à época conhecida pela indústria têxtil, os Aboud, o Moto foi fundado e, de acordo com a historiografia oficial, em 1944 - após se filiar à Federação Maranhense de Desportos - conquistou o seu primeiro título estadual. 

Neste ano, o Moto iniciou uma série de outros seis títulos locais. Em 1960, o clube disputou a sua primeira competição nacional, a Taça Brasil, que reunia à época os principais times dos estados do país.

Clube campeão em 1977 tinha no elenco nomes como Toninho Abaeté e Edmilson Leite; Caio e Paulo César (Crédito: Blog Futebol Antigo)
Clube campeão em 1977 tinha no elenco nomes como Toninho Abaeté e Edmilson Leite; Caio e Paulo César (Crédito: Blog Futebol Antigo)

Nas décadas de 1970 e 1980, nomes importantes no elenco passaram pelo clube, como Raimundinho, Beato, Paulo César, Hamilton Sadias e tantos outros. Mais recentemente, no fim da década de 1990 e início dos anos 2000, o Moto viu brilhar em sua história nomes como Cosme, Jack Jone (O “Rei do Gatilho”) e ainda jogadores identificados pela formação no clube, como Marcinho e outros.

Atualmente, o Moto vive um período de reconstrução. A atual gestão do rubro-negro está na direção do gigante maranhense desde o início de 2021. Com uma dívida alta e com poucas fontes de recursos, o Moto busca um recomeço sob a proteção de sua apaixonada torcida.

Elenco campeão em 2000 com nomes como Cosme e Jack Jone (Crédito: Blog Futebol Antigo)
Elenco campeão em 2000 com nomes como Cosme e Jack Jone (Crédito: Blog Futebol Antigo)

O clube, dentro de campo, se prepara para a disputa da Copa FMF 2022, cujo início está previsto para o mês de outubro. No ano corrente, o Moto foi eliminado no segundo turno do Maranhense e sequer disputou as finais.

Já na Série D, o elenco e a comissão técnica, comandada por Júlio César Nunes, sucumbiu nas oitavas para o América-RN.

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.