Rival

Adversário do Moto é conhecido como "Índio"; saiba mais

Pacajus (CE), rival rubro-negro nesta noite de sexta-feira (6) disputa o Nacional pela primeira vez

Thiago Bastos / Imirante Esporte

Pacajus (CE), rival rubro-negro nesta noite de sexta-feira (6) disputa o Nacional pela primeira vez
Pacajus (CE), rival rubro-negro nesta noite de sexta-feira (6) disputa o Nacional pela primeira vez (Miguel Cortez)

PACAJUS (CE) – Conhecido como o “Índio”, o Pacajus (CE), adversário do Moto nesta sexta-feira (6) às 20h com total cobertura do Imirante Esporte quer vencer e, de quebra e dependendo do resultado do Fluminense (PI) neste sábado contra a Tuna Luso (PA), ir para a liderança do Grupo 2 da Série D.

O rival é desconhecido e disputa a Série D pela primeira vez na sua história após ser campeão do interior no Ceará.

O “Índio” é comandado por um “velho conhecido”. Oliveira Canindé – com passagens pelo Sampaio Corrêa por exemplo, é o comandante técnico da equipe.

O time cearense fez algumas contratações para esta Série D, como os zagueiros Kelvin e Marcelo Amaral, além do volante Claudivan e o atacante Daniel Passira, também jogador conhecido do futebol do Norte-Nordeste.

O Pacajus (CE) está com 5 pontos no Grupo 2 do Campeonato Brasileiro, um a menos somente do que o Moto Club. O elenco treina no Estádio João Ronaldo, em Pacajus, onde normalmente a equipe manda as suas partidas.

O estádio, de acomodações bastante modestas, receberá a partida nesta sexta-feira (6). Na primeira partida em casa no Nacional, o Pacajus venceu o Castanhal e quer fazer prevalecer o mando. O jogo foi liberado para o Estádio, mesmo com queda de parte do muro que cerca a praça esportiva devido às chuvas na região.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.