Final do Campeonato Maranhense

Sampaio busca seu quarto tricampeonato e o Cordino sua primeira taça

Times decidem competição na noite desta quarta-feira (20), às 19h, Portal Imirante transmite ao vivo a partida no seu canal no YouTube.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 20/04/2022 às 12h31
Sampaio Corrêa é o maior campeão estadual (Foto - Arquivo)
Sampaio Corrêa é o maior campeão estadual (Foto - Arquivo)

SÃO LUÍS – Uma final de campeonato por si só já é histórica. Números, taças e escalações sempre ficam na memória. E o confronto decisivo entre Sampaio Corrêa e Cordino não poderia ser diferente. A partida final do Campeonato Maranhense 2022 pode dar ao Tricolor o seu quarto tricampeonato estadual ou o primeiro título da competição ao time de Barra do Corda. Agora resta saber qual narrativa vai entrar para a história. Essas equipes, que empataram por 1 x 1 na ida, se enfrentam nesta quarta-feira (20), às 19h, no estádio Castelão, e só uma ficará com o troféu.

LEIA MAIS 

Sampaio Corrêa e Cordino decidem título do Campeonato Maranhense

Sampaio e Cordino fazem segundo duelo da final do Campeonato Maranhense

Se o adversário ainda busca sua primeira taça do Estadual, o Sampaio Corrêa almeja números muito maiores. A Bolívia Querida, com 35 taças, é o maior campeão, seguido de um longe pelo rival Moto Club, que tem 26. E não apenas mais uma taça, o título desta temporada vale o quarto tricampeonato para o time do CT José Carlos Macieira.

Entre as suas 35 conquistas, o Sampaio ganhou o Estadual seguidamente por três vezes em 1984, 1985 e 1986, ainda levando 1987 e 1988, mas não completou o segundo tricampeonato seguido. Porém, em 1990, 1991 e 1992 veio o segundo tri. O terceiro só viria anos depois, no século seguinte: 2010, 2011 e 2012. Agora, com os títulos de 2020 e 2021 pode vir o quarto tricampeonato.

Sonho do primeiro título

Cordino ganhou apenas turnos do Estadual (Foto - Paulo Soares / Grupo Mirante)
Cordino ganhou apenas turnos do Estadual (Foto - Paulo Soares / Grupo Mirante)

Com uma história muito mais modesta do que a do time da capital, o Cordino ainda sonha com a sua primeira taça no Campeonato Maranhense. O time de Barra do Corda chegou à decisão apenas uma vez, em 2017, justamente, contra o Sampaio Corrêa, e ficou com o vice-campeonato.

Naquele ano, a Onça perdeu os jogos de ida e volta. O primeiro em São Luís e o segundo em Barra do Corda, ambos por 2 x 1. Pelo menos na edição deste, o time do interior conseguiu arrancar um empate, por 1 x 1, o que deixa ainda emocionante esse segundo encontro.



 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.