Noite de Tubarão!

Faz e me abraça: Gabriel Poveda "renasce" com a camisa do Sampaio

Sob forte desconfiança na sua chegada, atacante estreia em noite de gala.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h28
Gabriel Poveda fez dois gols na vitória sobre o Altos (Foto: Paulo Soares / Grupo Mirante)
Gabriel Poveda fez dois gols na vitória sobre o Altos (Foto: Paulo Soares / Grupo Mirante)

SÃO LUÍS – Dois gols, quase dois golaços, cabeça do mascote na comemoração e muita emoção. Assim foi a noite de Gabriel Poveda na vitória do Sampaio Corrêa por 2 x 1 sobre o Altos-PI na estreia da equipe na Copa do Nordeste. O jovem atacante de 23 anos chegou à Bolívia Querida sob muitas incertezas, depois de uma grave lesão em 2020 e poucas partidas e nenhum gol no ano passado. O paulistano de Araçatuba espera, enfim, decolar na carreira e deixar de ser uma eterna promessa. Foi apenas um jogo, parece pouco, mas gera muita expectativa. Agora é aguardar a sequência da temporada.

LEIA MAIS

Sampaio Corrêa vence o Altos em sua estreia pela Copa do Nordeste

Quando foi anunciado entre o grande pacote de reforços do Sampaio Corrêa para 2022, Gabriel Buscariol Poveda, de 23 anos, foi pouco festejado, como aconteceu, por exemplo com Válber jr., também jovem promessa. E os poucos holofotes sobre Poveda se justificam: nos últimos dois anos foram apenas cinco gols e uma grave lesão. O atacante, que surgiu como grande promessa no Guarani-SP, passou pelo Alverca (Portugal), voltou para o Brasil, para atuar pelo Athletico-PR, Juventude e, por último no Brasil de Pelotas. Na base, o atacante ainda atuou pelo Internacional-RS.

Mesmo muito festejado desde o início da sua carreira, o atacante vinha fazendo uma boa temporada pelo time do Rio Grande do Sul, quando, em novembro de 2020, sofreu uma grave lesão no joelho, no ligamento cruzado anterior, em uma partida da Série B contra o Cuiabá. Daí em diante, foram meses, quase um ano, de muito sofrimento fora dos gramados. No ano passado, foram 13 partidas pelo Brasil de Pelotas na última edição da Série B e nenhum gol.

Neste cenário, o atacante chegou ao Sampaio, não teve condições de jogo na estreia da equipe na temporada – vitória por 2 x 1 sobre o Juventude, mas foi o grande personagem do triunfo sobre o Altos, pela Copa do Nordeste. Titular, de forma até improvisada como centroavante, o camisa 9 acertou duas lindas bicicletas, uma delas defendida pelo goleiro do time do Piauí, e fez os dois gols da vitória.

Atacante celebrando gol com máscara do mascote do Sampaio (Foto: Paulo Soares / Grupo Mirante)
Atacante celebrando gol com máscara do mascote do Sampaio (Foto: Paulo Soares / Grupo Mirante)

O início com a camisa do Sampaio Corrêa só poderia ter sido melhor se uma das duas bicicletas que ele acertou tivesse entrado no gol. Mas, mesmo assim, Poveda ganhou o carisma da torcida, principalmente depois de usar a máscara do mascote do time, o Tubarão, em uma das suas comemorações. O clube, inclusive, postou a foto do atacante com o troféu de melhor jogador da partida e um “meme” como a frase “trabalhamos com bicicletas” em referência aos lances protagonizados por Gabriel no Castelão.

Agora o Sampaio volta a campo na próxima quarta-feira (2), às 19h, pelo Estadual, para enfrentar o Pinheiro, e a presença de Gabriel Poveda é incerta, já que o técnico João Brigatti pode preservar alguns jogadores de olho na partida diante do Náutico, no fim de semana, pela Copa do Nordeste.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.