Olimpíada

Medalhista Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil no encerramento dos jogos olímpicos

Atleta será porta-bandeira do Brasil no encerramento dos jogos olímpicos, neste domingo (8), às 8h.

Imirante Esporte, com informações do GE

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h02
A ginasta Rebeca Andrade foi a primeira atleta na categoria a conquistar a medalha de prata na modalidade individual geral e ouro no salto.
A ginasta Rebeca Andrade foi a primeira atleta na categoria a conquistar a medalha de prata na modalidade individual geral e ouro no salto. (Foto: Ricardo Bufolin/ Panamerica Press/ CBG)

TÓQUIO (JAPÃO) – Para se despedir com chave de ouro das Olimpíadas de Tóquio, a medalhista de ouro e prata Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil no encerramento dos jogos olímpicos, neste domingo (8), às 8h (horário de Brasília e 20h no Japão). A atleta e o seu treinador, Francisco Porath, serão os únicos da delegação brasileira que não irão retornar ao Brasil nesta quarta-feira (4).

Leia também:

Após ouro e prata, Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo

Na cerimônia de abertura das Olimpíadas de Tóquio, a judoca Kethelyn Quadros e o capitão da seleção masculina de vôlei Bruninho foram os porta-bandeiras que representaram o Brasil, e deram um verdadeiro show no evento com muita simpatia.

A ginasta Rebeca Andrade foi a primeira atleta na categoria a conquistar a medalha de prata na modalidade individual geral e ouro no salto. Vale ressaltar que ela foi a primeira mulher do Brasil a conquistar duas medalhas na mesma edição de uma Olimpíadas.

A disputa da ginástica artista terminou nessa terça-feira (3). Contudo, a delegação brasileira que permanecia em Tóquio retorna nesta quarta-feira (4) ao Brasil.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram, TikTok e canal no Whatsapp. Curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.