Mercado da Bola

Maranhense 'chinês' pode reforçar o Palmeiras na temporada 2022

Naturalizado chinês, o atacante Elkeson entrou na mira do Verdão.

Eduardo Lindoso / Imirante Esporte

- Atualizada em 26/03/2022 às 18h54
Elkeson tem contrato com o Guangzhou FC até 2023
Elkeson tem contrato com o Guangzhou FC até 2023 (Site oficial do Guangzhou FC)

SÃO LUÍS – Atual campeão da Libertadores, o Palmeiras deve ir forte ao mercado na próxima temporada e o maranhense Elkeson é um dos cotados para vestira a camisa do Verdão. Atualmente, o atacante de 33 anos, natural de Coelho Neto (385 km da capital), atua no Guangzhou FC, da Cinha, e seu contrato se encerra em 2023, mas em crise o clube pode se desfazer do jogador. Elkeson se naturalizou chinês, chegou a atuar pela seleção nacional daquele país e teve seu nome modificado para Ai Kesen. Ele fez sucesso no Brasil ao se destacar no Botafogo.

Segundo a imprensa paulista, o Palmeiras fez uma consulta pelo atacante Elkeson, que está de saída do Guangzhou FC, da China. O contrato termina em 2023, mas deve ser rescindido em breve. O nome do maranhense foi sugerido ao Verdão e agradou. O Guanghzou precisa liberar seus principais atletas em razão da crise da Evergrande, empresa e principal acionista do clube.

Elkeson tem 33 anos e está na China desde 2013. Ele foi para o próprio Guanghzou, ficou três anos e meio no Shanghai SIPG e retornou para o Evergrande em 2019. O jogador soma convocações pela seleção chinesa.

Elkeson de Oliveira Cardoso, que não tem passagem por nenhuma equipe profissional do Maranhão, e começou sua carreira nas categorias de base do Vitória, da Bahia, se destacou no Botafogo, em 2011. A boa fase no Glorioso o levou para a Seleção Brasileira, e ele se transferiu, em 2012, para o futebol chinês por 5,7 milhões de euros (cerca de R$ 15,6 milhões).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.