Série C

Em estreia na Série C, Imperatriz empata com o Remo no Frei Epifânio

Cavalo de Aço conquistou o seu primeiro ponto na Terceirona.
Gustavo Arruda / Imirante Esporte24/08/2020 às 22h27
Em estreia na Série C, Imperatriz empata com o Remo no Frei EpifânioLance da partida entre Imperatriz e Remo, no Estádio Frei Epifânio. (Samara Miranda / Clube do Remo)

IMPERATRIZ - Depois de ter duas partidas adiadas devido aos casos positivos do novo coronavírus em atletas e integrantes da comissão técnica, o Imperatriz disputou, na noite desta segunda-feira (24), a sua primeira partida no Campeonato Brasileiro Série C, diante do Remo, pela terceira rodada da fase de grupos da competição nacional. Pressionado pela eliminação precoce no Campeonato Maranhense e pelas várias mudanças às vésperas da Terceirona, o Cavalo de Aço mostrou valentia em um vazio Estádio Frei Epifânio, mas não conseguiu passar pela marcação do Remo e teve que se contentar com o empate por 0 a 0.

Ainda com dificuldades em relação ao entrosamento, já que o elenco passou por uma reformulação na reta final de preparação para a Série C, o Imperatriz teve pouca inspiração ofensiva diante de um organizado e perigoso Remo, que criou as melhores chances de gol no Frei Epifânio. O Leão Azul, entretanto, não conseguiu a vitória fora de casa por causa da atuação inspirada do goleiro Henal, que fez várias defesas e salvou o Cavalo de Aço.

Com o empate no Frei Epifânio, o Imperatriz conquistou o primeiro ponto na Série C e pulou para a oitava colocação do Grupo 1, deixando os paraibanos Botafogo e Treze na zona de rebaixamento. Já o Remo, com sete pontos em três partidas, foi ultrapassado pelo Santa Cruz e ocupa agora a segunda colocação do Grupo 1.

O próximo compromisso do Imperatriz na Série C está marcado para a tarde deste sábado (29), às 17h, diante do Santa Cruz, no Estádio do Arruda, no Recife. A partida, válida pela quarta rodada da Terceirona, terá transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Remo, por sua vez, recebe o Vila Nova na noite deste domingo (30), às 18h, no Estádio Mangueirão, em Belém.

O jogo

Com marcação adiantada e enfrentando um Imperatriz com dificuldades de organização, o Remo tomou a iniciativa no Frei Epifânio. Logo aos dois minutos, Dudu Mandai fez um cruzamento na medida para Eduardo Ramos, que, livre, cabeceou para fora. A resposta do Cavalo de Aço foi tímida: aos 10 minutos, o lateral Lorran arriscou um chute de longa distância, sem sucesso.

Aos poucos, o Imperatriz equilibrou as ações e pressionou o Remo. Aos 18 minutos, Anderson Cavalo recebeu cruzamento de Cesinha e cabeceou, mas Vinícius, bem posicionado, fez a defesa pelo Leão Azul. O lance acordou o Remo, que quase abriu o placar aos 24 minutos: após grande jogada individual, Tcharlles chutou cruzado, para grande defesa de Henal.

Com dificuldades para avançar, o Imperatriz passou a apostar nos chutes de fora da área. Nonato, aos 30 minutos, e Cesinha, aos 33, arriscaram finalizações pelo Cavalo de Aço, sem oferecer perigo para a defesa do Remo. Depois disso, o Cavalo de Aço trocou passes no campo de ataque, sem efetividade.

Gols anulados e pouca inspiração ofensiva

Na volta do intervalo, Imperatriz e Remo voltaram em um ritmo intenso: aos quatro minutos, Ramon Baiano balançou as redes pelo Cavalo de Aço, e a arbitragem marcou impedimento, enquanto Eduardo Ramos, aos 11, marcou pelo Leão Azul, mas também teve o gol anulado por causa de um toque de mão.

Sem inspiração no ataque, o Imperatriz contou com a estrela do goleiro Henal para frear as tentativas do Remo. Aos 26, Eduardo Ramos tabelou com Lucas Siqueira, arriscou o chute, e Henal salvou o Cavalo de Aço. O camisa 1 colorado também fez uma difícil defesa em uma cabeçada de Lucas Siqueira, aos 28.

Na reta final de partida, o Imperatriz avançou suas linhas, insistiu nos cruzamentos para a grande área e arriscou finalizações de longe, mas o Remo soube se segurar bem. A última grande oportunidade do Cavalo de Aço surgiu aos 30 minutos: após levantamento de Cesinha, Anderson Cavalo cabeceou para fora.

FICHA TÉCNICA

IMPERATRIZ: Henal; Hudson, Ramon Baiano, Xandão e Lorran; Peixoto (Erthal), Nonato e Vinicius Machado (Bruno Smith); Cesinha (Henrique), Lucas Campos (Felipe) e Anderson Cavalo (Erison). Treinador: Luís dos Reis

REMO: Vinícius; Rafael Jansen, Mimica, Fredson e Dudu Mandai; Djalma (Carlos Alberto), Lucas Siqueira, Gelson (Xaves), Eduardo Ramos e Julio Rusch (Robinho); Tcharlles (Giovane). Treinador: Mazola Junior

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.