Copa do Brasil

São Paulo enfrenta o Vasco em jogo decisivo para o futuro de Osorio

Turbulências nos bastidores fazem desse duelo uma verdadeira decisão para Osorio.
Gazeta Esportiva30/09/2015 às 10h46

RIO DE JANEIRO - O planejamento e o futuro do treinador Juan Carlos Osorio estarão em jogo às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, quando o São Paulo enfrentará a partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Vasco, no estádio do Maracanã. Embora a vitória por 3 a 0 conquistada na semana passada, no Morumbi, deixe o Tricolor em situação confortável dentro de campo, as turbulências nos bastidores fazem desse duelo uma verdadeira decisão para a comissão técnica chefiada pelo colombiano.

Osorio traçou uma estratégia de curto prazo para priorizar a disputa da Copa do Brasil. No dia 20 de setembro, o treinador montou um time repleto de garotos para enfrentar o Avaí, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, e saiu de campo derrotado por 2 a 1. Após o revés, que afastou a equipe do G4, o comandante admitiu que considera o torneio mata-mata a única chance real de título para o São Paulo nessa temporada. Osorio, inclusive, pediu para que a torcida esperasse o segundo confronto diante do Vasco para cobrá-lo por suas decisões.

Não bastasse a pressão que depositou sobre si mesmo, há entre os torcedores e jogadores a expectativa de que Osorio defina seu futuro no São Paulo após a partida de quarta-feira. O treinador tinha para essa semana uma reunião marcada com representantes da seleção mexicana. Seduzido pela possibilidade de disputar a Copa do Mundo de 2018, Osorio poderá oficializar sua saída do clube independentemente do resultado no estádio do Maracanã. Resta saber se ele deixaria a equipe de forma imediata ou cumpriria o contrato até o final do ano.

“Ainda não dá para falar na perda do Osorio. Temos que viver o dia a dia e o momento. Hoje, ele está no São Paulo”, desconversou Paulo Henrique Ganso. O jogador, que está confirmado entre os titulares, terá a missão de abastecer o desfalcado ataque tricolor. Michel Bastos e Luis Fabiano estão fora por conta de lesões. Rogério, reserva imediato no setor ofensivo, não poderá entrar em campo por ter atuado pelo Vitória na Copa do Brasil. Ficará a cargo de Alexandre Pato ditar as ações na frente, apoiado pelos recuados Wilder Guisao e Carlinhos.

Na defesa, Osorio manterá Thiago Mendes e Wesley na proteção à zaga. Já os contundidos Luiz Eduardo e Breno seguem fora. De acordo com Ganso, o elenco são-paulino está disposto a se doar ao máximo para defender as opções do treinador colombiano. “Vamos atuar da maneira que o treinador escolher. Temos que fazer o melhor possível”, disse o meia, ciente de que o Vasco tentará dificultar a vida do Tricolor. “Precisamos matar o resultado lá no Rio de Janeiro. Se estivesse tudo decidido, a gente nem precisaria viajar”.

Como o regulamento da Copa do Brasil prevê a vantagem dos gols fora de casa, o São Paulo praticamente definirá sua classificação se marcar ao menos uma vez contra o Vasco. Há também a possibilidade de o Cruz-Maltino usar um time misto para priorizar a luta contra a degola no Campeonato Brasileiro. O zagueiro Rodrigo, o lateral esquerdo Julio Cesar, os meias Andrezinho e Nenê e o atacante Jorge Henrique devem ficar de fora. O centroavante Leandrão, que disputou a competição pelo Brasil de Pelotas, é desfalque certo.

“Vamos a campo com o pensamento de ganhar, pois o Vasco sempre se comporta desta maneira. Temos um time em condições de dar uma boa resposta ao nosso torcedor. Não estou falando em classificação, mas em ir a campo com a vontade de ganhar. Isso eu posso garantir que acontecerá”, afirmou o técnico Jorginho. “Nós buscaremos o primeiro gol e, se ele acontecer, vamos atrás do segundo. É assim que tem que ser”.

Leia outras notícias em ImiranteEsporte.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.