Campeonato Brasileiro

Fluminense e Chapecoense empatam no Maracanã

Everaldo abriu o placar para os catarinenses e Marcos Paulo igualou no início da segunda etapa.

Imirante Esporte, com informações do Fluminense

- Atualizada em 27/03/2022 às 11h10
( Foto: Divulgação / Twitter Chape)

RIO DE JANEIRO - O Fluminense recebeu a Chapecoense no Maracanã, neste sábado (26), e empatou em 1 a 1. Everaldo abriu o placar para os catarinenses e Marcos Paulo igualou no início da segunda etapa.

O jogo

Após uma linda troca de passes, Yony recebeu na área, botou um defensor para dançar, bateu e o goleiro fez a defesa. O rebote voltou para o colombiano, que tentou novamente e acertou a trave. E, em mais um rebote, Nene, chegou com muita marcação e bateu para fora. Aos quatro, mais uma boa chegada. Após cobrança de escanteio, Marcos Paulo ficou com a sobra e tentou uma jogada individual, a zaga cortou e a bola caiu no pé de Yony. O colombiano arriscou da entrada da área e levou muito perigo.

Sete minutos depois, aos 11, mais uma boa oportunidade. Caio Henrique fez boa jogada pela esquerda, cruzou, Yony escorou e Wellington Nem bateu com perigo, mas por cima do gol. A blitz Tricolor continuava. Aos 16, Wellington Nem foi ao fundo, cruzou rasteiro para Marcos Paulo, que foi travado na hora da finalização, dentro da pequena área.

Porém, aos 26, em contra-ataque rápido, a Chapecoense abriu o placar. O Flu seguiu forte em busca do empate. Aos 35, Caio Henrique cruzou, Nene recebeu, girou e bateu, mas na rede pelo lado de fora. A pressão se manteve até o fim do primeiro tempo, com muitas jogadas pelos lados, mas o gol de empate não saiu.

No intervalo, João Pedro entrou no time na vaga de Wellington Nem. E foi do jovem atacante a primeira chance da segunda etapa. Nene foi ao fundo, cruzou e o camisa 23, de cabeça, obrigou o goleiro adversário a fazer grande defesa.

A pressão deu resultado. Aos seis, o gol de empate do Fluminense. E um golaço. Daniel tabelou com Yony, foi ao fundo e cruzou na medida para Marcos Paulo botar no fundo da rede. E a virada quase veio três minutos depois. Caio Henrique lançou Yony, que invadiu a área e bateu no contrapé do goleiro, que fez mais uma grande defesa.

Aos 17, mais uma grande chance. Após bate e rebate, a bola sobra para Yony, que tentou de primeira, mas a zaga cortou para escanteio. Na cobrança, Nene colocou na cabeça de Nino, que testou forte e tirou tinta da trave.

A segunda mudança no Fluminense veio aos 32, com Lucão na vaga de Daniel. Aos 40, Ganso no lugar de Marcos Paulo. O Fluminense seguiu tentando mas a bola não entrou.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter e Instagram e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.