Do MA para o PA

Saiba porque fósseis de dinossauro encontrados no Maranhão foram levados para o Pará

Os fósseis, encontrados na cidade de Davinópolis, foram coletados e estão sendo analisados por pesquisadores da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).
Imirante.com08/10/2021 às 18h20
Saiba porque fósseis de dinossauro encontrados no Maranhão foram levados para o ParáPedaço de osso de dinossauro encontrado em Davinópolis, no Maranhão (Foto: Divulgação/Brado)

DAVINÓPOLIS – Os fósseis de dinossauro que foram encontrados no município de Davinópolis, na região Sudoeste do Maranhão em abril deste ano, foram coletados e estão sendo analisados por pesquisadores da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), que compõem a equipe do professor e paleontólogo Elver Luiz Mayer.

Leia também:

Especialista comenta importância de fóssil de dinossauro achado no Maranhão

Fóssil de dinossauro é encontrado durante obras de construção de terminal ferroviário no Maranhão

Embora os ossos tenham sido encontrados no território maranhense e no Estado tenha um Laboratório de Paleotonlogia na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), os fósseis não pertencem ao Maranhão e sim a União, é o que explica o professor paleontólogo Manuel Alfredo Medeiros, que é do Laboratório de Paleontologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

“Pela Lei de Proteção do Patrimônio Fossilífero, um fóssil é patrimônio da União e pode ser mantido sob a guarda de qualquer instituição federal, estadual ou municipal dentro do território brasileiro. Por essa lei, não há a obrigação de que fique no estado de origem, apesar de que essa seria a situação ideal”, destacou o Manuel Alfredo.

Ouça o professor Manuel Alfredo:

Tombamento dos fósseis

De acordo com a Lei de Proteção ao Patrimônio Fossilífero, os fósseis podem ser tombado em qualquer estado do Brasil, independentemente, do local onde forem encontrados dentro do território brasileiro.

O paleontólogo Manuel Alfredo afirma que o ideal seria que os fósseis encontrados em Davinópolis, depois de estudado, sejam trazidos do Estado do Pará ao Maranhão, para que sejam tombados em uma das duas coleções de fósseis maranhenses, que são a da UFMA e a do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão.

“Mas isso só pode ser sugerido, não pode ser imposto. O professor Elver Mayer, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, está seguindo a Lei de Proteção do Patrimônio Fossilífero, resguardando o material, que deverá ser estudado e publicado. Como o achado não foi feito pela UFMA e como nem a UFMA nem o Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão foram chamados para a coleta, nós só podemos torcer para que a guarda definitiva do material seja uma das coleções maranhenses, como foi sugerido”, destacou o professor Manuel Alfredo.

Manuel Alfredo também relatou, ao g1, que já conversou com o professor Elver e pediu que ele considerasse trazer os fósseis para o Maranhão. A conversa foi amistosa e o professor Manuel chegou a dar uma palestra para os alunos da Unifesspa sobre os dinossauros no Maranhão, mas o paleontólogo da UFMA acha pouco provável o pedido dele ser aceito.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.