Tragédia em Minas Gerais

Número de mortos em queda de rocha em Capitólio (MG) sobe para sete

Feridos foram levados para hospitais de cidades próximas.
Vitor Abdala / Agência Brasil08/01/2022 às 19h46
Número de mortos em queda de rocha em Capitólio (MG) sobe para seteA Marinha auxilia o Corpo de Bombeiros com equipes de Busca e Salvamento (SAR). (Divulgação / CBMMG)

CAPITÓLIO - O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que subiu para sete o número de mortes devido ao desabamento de uma grande rocha no cânion de Capitólio. De acordo com os Bombeiros, mais de 30 pessoas ficaram feridas, algumas delas tiveram que ser hospitalizadas nas cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra. Pelo menos quatro barcos foram atingidos.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, o trabalho de buscas feito por mergulhadores será interrompido durante a noite, por segurança.

A chefe da Divisão de Medicina Legal do Interior da Polícia Civil de Minas Gerais, Marcela Sena Brava, informou que peritos já estão no local para auxiliar na liberação dos corpos. Eles serão encaminhados para o Instituto Médico Legal de Passos.

A Marinha auxilia o Corpo de Bombeiros com equipes de Busca e Salvamento (SAR). Um inquérito será instaurado para apurar o incidente.

Por meio de seu perfil no Twitter, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, se pronunciou sobre o acidente: “Sofremos hoje a dor de uma tragédia em nosso Estado, devido às fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um paredão de pedras no lago de Furnas, em Capitólio. O governo de Minas está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros”.

*Matéria atualizada às 23h deste sábado (8).

Assista ao vídeo:

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.