Dica de Saúde

Conheça os riscos que a Paroníquia pode causar nos dedos

A infecção pode ser séria, ocasionando muita dor.
Imirante01/11/2013 às 06h33

SÃO LUÍS - Você já ouviu falar em Paroníquia? O nome parece estranho, mas o problema é bem comum. A Paroníquia é o nome científico do unheiro, que é uma infecção causada por fungos ou bactérias, que aumente a ponta de um dedo. É uma infecção séria, que pode causar muita dor. Por isso, é importante procurar tratamento imediatamente ao notá-la, ou podem ocorrer danos severos ou até a perda da unha, dedo ou mão.

Causas

As pessoas mais propensas a ter unheiro são as que ficam expostas por períodos prolongados e constantemente à água, sabões e detergentes. Além de poder a tingir, também, pessoas que tem má circulação sanguínea, como os diabéticos e ainda, quando há traumas na região, como ao roer ou palitar a unha e machucar a cutícula. O problema pode atingir pessoas de qualquer idade.

Um ou vários dedos podem ser comprometidos, verificando-se, eventualmente, alterações secundárias das unhas, como consequência das lesões das matrizes das unhas. Essas lesões são causas por levedura (micose) do gênero da Candida, um fungo que existe normalmente na pele das pessoas.

Sintomas

O dedo afetado fica, no primeiro momento, com uma leve inflamação, sem uma dor muito forte. Após dois ou três dias, a área fica mais inchada, vermelha e também muito dolorida. A dor se torna constante, pulsante. Pode ocorrer febre podendo se estender por semanas. No caso de muitos dias com a infecção e excesso de pus no local, o ideal é que se procure um médico para a retirada do pus, não se deve tirá-lo em casa para não infectar ainda mais a área e piorar o quadro.

Tratamento

O especialista que cuida desse tipo de doença é o dermatologista. É importante procurar tratamento imediatamente, pois o unheiro pode causar danos severos ou até a perda da unha, dedo ou mão. O tratamento com antimicóticos é por um longo período, tanto por via oral como local. É fundamental afastar os fatores lesivos da pele para o sucesso no tratamento. A prevenção é afastando o excesso de contato com água com detergentes e sabões.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.