Eleições 2018

Sete policiais militares são detidos suspeitos de crime eleitoral em Bacabal

As prisões foram efetuadas na sexta (26) e sábado (27).
Imirante.com, com informações da TV Mirante28/10/2018 às 10h37
Sete policiais militares são detidos suspeitos de crime eleitoral em BacabalBacabal (Arte/Imirante.com)

BACABAL - Dezenove pessoas foram detidas no município de Bacabal, nessa sexta-feira (26) e sábado (27). Elas são suspeitas de crime eleitoral; sete são policiais militares que estavam armados.

Na sexta, 12 pessoas, sendo três policiais, foram conduzidas à delegacia por volta das 23h30. Na madrugada do dia seguinte, sete pessoas, entre eles quatro PMs de São Luís, acabaram detidas no povoado Bela Vista em Bacabal.

Três armas de fogo foram apreendidas pelos policiais. Há suspeitas de que moradores estariam sendo intimidados pelos envolvidos que estavam em caminhonetes.

Novas Eleições

Dois anos depois eleger José Vieira Lins (PP) como prefeito, os eleitores de Bacabal voltam às urnas no domingo para escolher, além do presidente da República, um novo prefeito.

Leia também:

Bacabal elege novo prefeito neste fim de semana

TSE autoriza força federal para eleição de Bacabal

A eleição suplementar para o cargo – e também para o de vice-prefeito - ocorrerá devido à manutenção, pelo TSE, do reconhecimento da inelegibilidade do progressista. Vieira obteve 20.671 votos em 2016 – contra 18.330 do deputado estadual Roberto Costa (MDB) -, mas teve o registro de candidatura indeferido pela juíza Daniela de Jesus Bonfim Ferreira, então titular da 13ª Zona Eleitoral.

O líder político está com os direitos políticos suspensos porque foi condenado por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. A condenação, pelo Tribunal de Justiça do Maranhão antes da eleição de 2016, foi confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em 2017, o que ocasionou a cassação do, agora, ex-prefeito.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.