Em Arame

Criança indígena é encontrada morta em córrego da aldeia Barreirinha

A menina estava desaparecida há mais de 24 horas. A mãe saiu para buscar água e diz que, ao retornar, não encontrou a filha de 5 anos.
Imirante Imperatriz26/01/2021 às 15h58
Criança indígena é encontrada morta em córrego da aldeia BarreirinhaVanessa Guajajara, de 5 anos. ( Foto: Divulgação)

ARAME – Vanessa Guajajara, de 5 anos, estava desaparecida desde a manhã de ontem (25). De acordo com lideranças indígenas, o corpo da menina foi encontrado pelo próprio pai em um córrego da Aldeia Barreirinha, que faz parte da Terra Indígena Arariboia, no município de Arame. Desde a manhã, policiais militares faziam buscas com auxílio da comunidade indígena, inclusive na região de mata.

A criança estava na companhia da mãe, que se ausentou para buscar água, quando a menina desapareceu.

“Tava só eu e ela e eu tava lavando as vasilhas no giral. Ela tava brincando e saiu para a porta da frente. Eu peguei o balde e desci para a cacimba, para buscar água. Quando eu cheguei já não encontrei ela dentro de casa. Eu encontrei o vizinho aqui perto dessa outra casinha e ele disse que tinha vindo apagar uma lâmpada, outra pessoa diferente não entrou aqui”, relatou a mãe da menina Regina Guajajara.

O corpo ainda está no local aguardando a chegada da perícia para saber a causa da morte. Além da mãe da criança, testemunhas devem ser ouvidas para que o caso seja esclarecido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.