Assassinato de vereador em Godofredo Viana

Presidente da Câmara é preso suspeito de mandar matar vereador em Godofredo Viana

"César da Farmácia” foi executado a tiros no último dia 7 de dezembro.
Imirante.com 21/12/2016 às 18h00
Francisco do Nascimento Gomes, conhecido como “Chico Vila Novo”. / Foto: Divulgação/SSP-MA

GODOFREDO VIANA – O presidente da Câmara de Vereadores da cidade de Godofredo Viana, Francisco do Nascimento Gomes, conhecido como “Chico Vila Novo”, foi preso, nesta quarta-feira (21), suspeito de envolvimento no assassinato do vereador Cesar Augusto Miranda, o “César da Farmácia”, que foi executado a tiros no último dia 7 de dezembro.

Cesar Augusto Miranda, conhecido como “César da Farmácia”, foi assassinado a tiros dentro da farmácia de sua propriedade, horas depois de ser diplomado. / Foto: Neto Weba

Relembre o caso: Godofredo Viana: vereador é assassinado após ser diplomado

A prisão foi feita pela Polícia Civil, por meio da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca. Segundo informações do delegado Samuel Farias, além do presidente da Câmara, a polícia prendeu, na semana passada, o vereador José Gomes, também como suspeito de participar do assassinato.

De acordo com o delegado, “Chico Vila Novo” seria o mandante do crime, pois há indícios de que ele teria contratado dois pistoleiros para executar “César da Farmácia”. Já o vereador José Gomes, teria interesse na morte de César, pois era suplente do mesmo. Com a morte do vereador, José Gomes assumiria o cargo.

“A principal linha de investigação é que o crime tenha motivação política, pois a vítima não tinha nada que desabonasse a sua conduta, ele era um pai de família. O que temos de informação é que ele estava sofrendo pressão política para renunciar o mandato de acordo com o interesse de alguns grupos políticos da cidade”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, há mais dois mandados de prisão em aberto, que devem ser cumpridos nos próximos dias.

Ouça a entrevista completa que o delegado Samuel Farias deu na rádio Mirante AM, contando detalhes do caso.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2017 - Todos os direitos reservados.