Prisão preventiva

Preso, no Maranhão, suspeito de realizar “sapatinho” no Piauí

Daniel de Brito Oliveira e alguns comparsas teriam roubado cerca de R$ 300 mil de agência do Banco do Brasil.
Imirante.com23/01/2019 às 17h55
Preso, no Maranhão, suspeito de realizar “sapatinho” no PiauíDaniel de Brito Oliveira é suspeito de participar do crime de extorsão mediante sequestro. (Foto: Divulgação)

TIMON – Nesta quarta-feira (23), a Polícia Civil do Maranhão, por meio da 18ª Delegacia Regional de Timon, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Daniel de Brito Oliveira.

O homem é suspeito de participar do crime de extorsão mediante sequestro, crime conhecido como “Sapatinho”, no município piauiense de Pedro II.

Segundo as investigações, Daniel de Brito, na companhia de outros elementos, teriam mantido refém a família do tesoureiro do Banco do Brasil em maio do ano passado e levado cerca R$ 300 mil da agência. E, após alcançar o objetivo, a quadrilha abandonou os familiares na zona rural de Teresina.

A prisão ocorreu na rua F, no bairro Pedro Patrício, em Timon. Daniel foi encaminhado ao Grupo de Repressão e Combate ao Crime Organizado (GRECCO) da Polícia Civil do Piauí, onde será apresentado ao sistema prisional piauiense.


Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.