Rodiviários

Yglésio cobra que 30% dos ônibus circulem nas ruas de São Luís

Segundo ele, é fundamental que, para manter-se com apoio popular, o movimento grevista garanta, no mínimo, 30% dos coletivos nas ruas.
Gilberto Léda26/10/2021 às 16h31
Yglésio cobra que 30% dos ônibus circulem nas ruas de São LuísYglésio diz que pedido observa o que prevê a legislação (Agência Assembleia)

SÃO LUÍS - O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS) comentou nesta terça-feira, 26, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, a situação da greve dos rodoviários de São Luís, que já está no sexto dia.

Segundo ele, é fundamental que, para manter-se com apoio popular, o movimento grevista garanta, no mínimo, 30% dos coletivos nas ruas.

“Muitos trabalhadores não estão tendo como ir trabalhar, estão sendo prejudicados. Os grevistas, vamos colocar, pessoal, 30% desses ônibus na rua! Tem gente pagando R$ 90 de Uber pra ir trabalhar. Gente que ganha R$ 1.500 por mês, R$ 1.100… como que vai chegar no trabalho? Não tem como”, frisou o deputado.

O pedido do deputado Yglésio observa o que prevê a legislação. Por ser um serviço essencial, durante uma greve, 30% dos serviços devem estar em pleno funcionamento para atender à população.

Em greve há seis dias, os rodoviários paralisaram 100% da frota dos ônibus que circulam por toda a Ilha de São Luís. Eles pedem reajuste de 13% no salário, ticket alimentação de R$ 800, auxílio-creche e jornada de 6h/dia.

Foram realizadas algumas reuniões, todas sem acordo. Na última, foi oferecido um reajuste salarial de 2%, negado pela categoria.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

Selo IVC
© 2019 - Todos os direitos reservados.