Feminicídio

Preso condenado por matar a companheira na frente dos filhos em São Luís

O crime foi cometido no interior da residência em que o casal vivia com os três filhos menores de idade, inclusive um recém-nascido.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil do Maranhão20/09/2021 às 15h46
Preso condenado por matar a companheira na frente dos filhos em São LuísO condenado foi preso por volta das 10h desta segunda, no bairro de Fátima, em São Luís, pela Superintendência de Polícia Civil da Capital-SPCC, Seccional Sul. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS – Um homem foi preso, nesta segunda-feira (20), em cumprimento ao mandado de prisão definitivo, pela prática de homicídio qualificado. Segundo a Polícia Civil do Maranhão, o homem foi condenado por ter matado a companheira dentro da residência do casal e na frente dos filhos menores de idade. O crime aconteceu na noite do dia 24 de abril de 2011.

O condenado foi preso por volta das 10h desta segunda, no bairro de Fátima, em São Luís, pela Superintendência de Polícia Civil da Capital-SPCC, Seccional Sul.

Consta nos autos, que o homem matou a companheira com golpes de ação contundente, especificamente na região do abdome. O crime foi cometido no interior da residência em que o casal vivia com os três filhos menores de idade, inclusive um recém-nascido.

Uma das crianças relatou à avó materna que o acusado teria “espancado a vítima, chutando-a e arrastando-a pelo chão, e depois, teria dado-lhe um banho, e depois a colocou num sofá".

O réu foi condenado a 21 anos de prisão em regime fechado. Após os procedimentos legais, o conduzido foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará a disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil disponibiliza o número de Whatsapp (98 98418-5661) para que a população possa realizar denúncias, sendo garantido o total sigilo do denunciante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.