Tráfico de drogas

Em seis meses, mais de 182 quilos de drogas foram apreendidos no Maranhão

Além das apreensões, a Senarc realizou 161 prisões no Estado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (21) pela Polícia Civil do Maranhão e correspondem ao período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2021.
Imirante.com, com informações da Polícia Civil21/07/2021 às 16h13

SÃO LUÍS - Nos primeiros seis meses deste ano, a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) realizou 161 prisões e a apreensão de mais de 182 quilos de drogas dos mais variados tipos. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (21) pela Polícia Civil do Maranhão e correspondem ao período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2021.

Segundo a Senarc, em comparação com o igual período de 2020, houve o aumento de 115% no número de prisões, já que em 2020 foram contabilizadas 75 prisões.

Outro dado divulgado pela Senarc foi sobre o número de apreensões de armas de fogos. De Janeiro a junho de 2021 foram 29 armas de fogos apreendidas contra 18 armas em 2020, um aumento de 61% em apreensões.

Ainda de acordo com a Superintendência, em junho, equipes da Senarc conseguiram desmontar um grande esquema de tráfico de drogas no bairro do Araçagi, em São José de Ribamar, região metropolitana de São Luís. Na ocasião, duas pessoas foram presas e cerca de 12 quilos de cocaína apreendidos.

Cocaína apreendida. / Foto: Divulgação/Senarc.

Em outra ação realizada em fevereiro, a Polícia Civil do Maranhão prenderam uma mulher que havia recebido pelos Correios em sua residência em um de bairro de São Luís, cerca de 6 quilos cocaína. A droga tinha como origem o Estado do Acre, o que configurou como tráfico interestadual.

Cocaína apreendida. / Foto: Divulgação/Senarc.

Uma das grandes apreensões da Senarc feita em 2020 foi no mês de maio, na cidade de Governador Newton Belo, onde um homem foi preso em flagrante durante uma barreira policial transportando cerca de 250 quilos de maconha. A ação também contou com a participação de policiais civis da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca.

Maconha apreendida. / Foto: Divulgação/Senarc.

De acordo com a Senarc, em 2021, a Superintendência vem aplicado constantemente métodos de repressão ao crime de tráfico de drogas, dando como destaque as suas operações nas rodovias que cortam o Estado do Maranhão por meio de barreiras policiais o que tem frustrado diversos planos dos traficantes.

A Senarc acredita que para combater os grupos especializados nesse tipo de crime é necessário tirar de circulação seus líderes, reprimindo o tráfico de drogas e retirando deles o dinheiro.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.