Covid-19

Vacinação para professores segue no Cintra, por tempo indeterminado

O cronograma para esse segmento permanece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h; e aos sábados, das 8h ao meio dia.
Imirante.com, com informações do Governo do Estado08/06/2021 às 17h52
Vacinação para professores segue no Cintra, por tempo indeterminadoO ponto de vacinação no Cintra recebe professores tanto da rede pública, quanto privada e também de unidades federais, comunitárias e creches. ( Foto: Brunno Carvalho)

SÃO LUÍS - Os professores que ainda não conseguiram se vacinar contra a Covid-19 podem se dirigir ao Cintra, no Anil. O cronograma para esse segmento permanece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h; e aos sábados, das 8h ao meio dia. A imunização estará disponível por tempo indeterminado, enquanto houver professores para vacinar. O plano de imunização é do Governo do Estado, coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Leia também:

Agência avalia aplicação da vacina Moderna a partir de 12 anos

Testes para diagnóstico de Covid-19 não atestam proteção vacinal

O ponto de vacinação no Cintra recebe professores tanto da rede pública, quanto privada e também de unidades federais, comunitárias e creches. Com a manutenção da campanha de vacinação contra a Covid-19 para o segmento, o Governo do Estado pretende alcançar todos os professores da região da Grande Ilha.

O objetivo é combater a doença neste segmento e garantir a manutenção das aulas. Recentemente, o secretário de Estado da Educação (Seduc), Felipe Camarão, anunciou que o planejamento está em organização para retorno das aulas híbridas – presencial e online – na rede pública estadual.

“A imunização dos trabalhadores da Educação no Maranhão tem sido destaque pelo esforço conjunto do Governo e dos municípios. Garantir as condições para vacinação desse grupo é fundamental para o retorno das aulas. Temos acompanhado de perto a vacinação e visto esperança em cada profissional vacinado”, ressaltou Felipe Camarão.

No estado, a partir de deliberação na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), ficou resolvido que, nos municípios com mais de 100 mil habitantes, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza a vacinação dos profissionais da rede estadual e federal; e as secretarias municipais, os profissionais das escolas da rede privada e rede municipal.

A vacinação inclui todos os profissionais da educação em atividade, abrangendo as redes públicas federal, estadual, municipal e privada. A campanha é uma ação conjunta das secretarias de Educação (Seduc) e da Saúde (SES), em parceria com os municípios. Até o momento, já foram vacinados 117. 254 trabalhadores da educação.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.