Trabalho escravo

VÍDEO: o que caracteriza o trabalho análogo à escravidão?

Professor e pesquisador da Universidade Federal do Maranhão Marcelo Carneiro esclarece o assunto.
André Nadler e Raunyr dos Santos Imirante.com30/04/2021 às 08h15

SÃO LUÍS - No dia 1º de maio comemora-se o dia do trabalhador, mas será que há motivo para comemorações? O trabalho análogo à escravidão é uma realidade no Brasil que viola os direitos humanos e a dignidade da vida humana.

De acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário, 40% das pessoas que são encontradas em situações análogas à escravidão são maranhenses. No último dia (27), a TV Mirante mostrou o caso em que 11 homens foram resgatados pela Polícia Civil na cidade de Abadiânia, no Estado de Goiás.

Para falar do assunto o Imirante.com conversou com o professor Marcelo Carneiro, doutor em Antropologia e Sociologia, pesquisador e docente na Universidade Federal do Maranhão.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.