Coletiva

Flávio Dino estende restrições no Maranhão até 9 de maio: "nem mais rigorosas, nem mais amenas"

Governador falou que aguarda nova análise da Anvisa sobre importação e uso da Sputnik V.
Imirante.com30/04/2021 às 11h04
Flávio Dino estende restrições no Maranhão até 9 de maio: "nem mais rigorosas, nem mais amenas"Governador Flávio Dino realizou coletiva nesta sexta-feira (30). (Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Flávio Dino, informou que o regime atual de restrições no Estado continuará em vigor, sem alterações, por mais uma semana. Ou seja, o decreto será prorrogado até o dia 9 de maio. O anúncio foi feito durante coletiva on-line na manhã desta sexta-feira (30). “As medidas vão continuar as mesmas. Nem mais rigorosas, nem mais amenas”, disse.

“Acho que daqui a uns 15 dias vamos ter condições de mexer em alguma coisa. Temos a parte de eventos, algumas regras de bares e restaurantes, comércio de forma geral, temos o debate sobre aulas. Mas agora não é o momento”, afirmou o governador, acrescentando que não haverá “liberou geral” no Maranhão.

Dino apontou uma lenta queda na taxa de ocupação de leitos de UTI e clínicos e ponderou sobre a situação do Maranhão com relação ao restante do país. “Não tivemos uma segunda onda tão forte quanto em outros Estados”, frisou.

O governador ressaltou que, por conta do cenário, ainda é necessária a manutenção das medidas preventivas e fez novo apelo pelo uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento.

Veja as restrições atuais mantidas pelo governador:

Estado

- Eventos continuam suspensos;

- Administração pública estadual: 50% da capacidade e revezamento;

- Igrejas: 50% da capacidade.

Ilha de São Luís

- Comércio e indústria entre 9h e 21h;

- Bar e restaurante: até 22h;

- Supermercados: das 6h à 0h;

- Supermercados, academias e salões de beleza: 50% da capacidade;

- Grupo de risco afastado no setor público e privado.

Vacinação contra a Covid-19

Segundo Flávio Dino, o governo vai enviar as novas doses da Pfizer aos municípios que alcançaram o percentual de 80% ou mais de vacinas aplicadas.

Ele demonstrou que nenhum município maranhense está com percentual de doses aplicadas abaixo de 50%. No total, 153 cidades do Maranhão estão com taxa de aplicação das vacinas contra Covid acima de 80%.

A nova remessa está prevista para começar a ser distribuída neste sábado (1º), com carregamento de 10 mil doses da Pfizer que devem chegar a São Luís.

Doses recebidas até 29 de abril no Maranhão: 1,58 milhão

Doses distribuídas aos municípios: 1,45 milhão

Doses aplicadas: 1,22 milhão

Sputnik V

O governador falou sobre a rejeição pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) da importação e do uso da vacina russa Sputnik V. Ele informou que, após reunião dos governadores do Norte e Nordeste com fabricantes russo, foi solicitado um novo parecer técnico à Anvisa. O documento foi enviado à agência contestando a decisão.

Leia também:

Anvisa apresenta dossiê de questionamentos sobre a Sputnik V

Governadores se reúnem com russos para mais informações sobre a Sputnik V

“Nós submetemos novamente à Anvisa esses novos documentos, relatórios técnicos. Vamos esperar nova análise da agência brasileira e aí vamos debater na próxima semana o que fazer. Autoridades da Rússia insistiram, ontem, que eles têm a vacina pronta pra entregar”, disse o governador adiantando que o poder Judiciário poderá ser novamente acionado para debater este assunto.

Coronavírus no Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou, em boletim divulgado na noite dessa quinta-feira (29), que o Maranhão tem 7.237 mortes e 265.865 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com a SES, foram contabilizados 38 óbitos e 1.240 pessoas infectadas pelo coronavírus nas últimas 24 horas no estado, sendo 170 na Grande Ilha de São Luís, 24 em Imperatriz e 1.046 nos demais municípios. A taxa de letalidade da Covid-19 no Maranhão, por sua vez, está em 2,72%.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.