Fique atento!

Você morde a caneta ou abre embalagens com a boca? Saiba os riscos destes hábitos

O hábito de morder objetos pode causar danos aos dentes que dificilmente são perceptíveis no momento.
Imirante.com, com informações da Assessoria09/02/2021 às 10h26
Você morde a caneta ou abre embalagens com a boca? Saiba os riscos destes hábitosMorder objetos é a possibilidade do surgimento da disfunção temporomandibular. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO - Quem nunca mordeu a tampa de uma caneta ou usou a boca para abrir um pacote de doce? O que parece ser um hábito inocente é, na verdade, um perigo para a saúde. Além de trazer problemas sérios para a saúde bucal, podendo lesionar gengivas e lábios, colocar objetos na boca também te expõe a possíveis contaminações por bactérias e vírus, aumentando a possibilidade de contrair infecções, como problemas respiratórios e gastrointestinais.

Danos aos dentes

Por ser uma ação involuntária, muitas vezes não notamos a pressão que exercemos nos dentes ao morder constantemente um objeto. Ao contrário do que ocorre quando fraturamos o dente após um impacto, o hábito de morder objetos pode causar danos aos dentes que dificilmente são perceptíveis no momento.

“Esses danos podem resultar problemas simples, como microfissuras no esmalte que causam manchas nos dentes, mas também podem ocasionar problemas sérios a longo prazo, como um quadro de erosão dentária, ou seja, a perda do esmalte, deixando o tecido desprotegido e a dentina exposta”, explica a dentista Kamila Godoy, da Associação Brasileira de Ortodontia e pesquisadora da Faculdade de Odontologia da USP.

Dificuldade na mastigação e fraturas

Outro problema relacionado com a ação de morder objetos é a possibilidade do surgimento da disfunção temporomandibular. Conhecida como DTM, esse distúrbio gera um mau funcionamento das articulações temporomandibulares (que ligam a mandíbula ao crânio).

Estas articulações são responsáveis por boa parte de movimentos como mastigar, falar ou bocejar. Quando comprometidas, as articulações causam uma série de sintomas: dores na face, dificuldade em mastigar, inchaço no rosto, trancamento da mandíbula, ruídos e estalos (ao abrir a boca), entre outros.

“O fato é que a mastigação é o primeiro passo para uma boa digestão. Portanto, todos os componentes bucais (dos dentes à língua) estão estruturados para esta finalidade. Sendo assim, ao morder objetos, todo este funcionamento é comprometido, resultando em problemas ortodônticos como mordida aberta anterior ou até mesmo fraturas na coroa dentária”, afirma Kamila Godoy.

Sensação de dores no ouvido

Se já não bastasse, os distúrbios articulares também podem gerar problemas ainda mais graves, como a sensação de dores no ouvido que podem até ocasionar desequilíbrio da coluna vertebral. Segundo a dentista, como a estrutura é muito próxima ao conduto auditivo, o paciente confunde a dor da ATM com dor de ouvido. “Quando o problema se instala, o primeiro passo é investigar a causa, buscando, inicialmente, um otorrinolaringologista. O especialista irá confirmar se existe alguma condição inflamatória ou infecciosa no ouvido. Se não houver, a indicação é buscar atendimento odontológico”, finaliza Kamila Godoy.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.