Superação

Vendedor de picolé com o sonho de ser policial recebe ajuda de tenente da corporação

O vendedor Renilson Nunes, de 26 anos, chamou a atenção do tenente Arraes, da PM-MA, ao estudar por uma apostila velha e desatualizada, enquanto trabalhava, na região da praça Deodoro, no Centro de São Luís.
Adriano Soares / Imirante.com04/12/2020 às 13h46

SÃO LUÍS – Durante patrulhamento na praça Deodoro, no Centro de São Luís, na tarde da última quarta-feira (2), um tenente da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) presenciou uma cena que chamou sua atenção: um vendedor de picolé que trabalha na região, entre uma venda e outra, aproveitava o tempo para estudar em uma apostila antiga, com o sonho de ser aprovado em um concurso para a PM ou Guarda Municipal.

O tenente Arraes, de 36 anos, lotado no 9°Batalhão de Polícia Militar (9ºBPM), ao se aproximar do vendedor, percebeu que a apostila era voltada para conteúdos de concurso público. A atitude chamou atenção dos demais militares que presenciaram a situação e tiveram a iniciativa de gravarem um vídeo mostrando a força de vontade de vendedor de picolé, identificado como Renilson Nunes, de 26 anos.

A princípio eu até pensei que fosse um catálogo de picolé, mas quando cheguei mais próximo dele percebi que era uma apostila de cursinho, bastante deteriorada, suja e bem desatualizada. Ele me disse que ganhou o material em forma de doação de um amigoTenente Arraes, PM-MA

Com o propósito de ajudar o vendedor, o policial gravou um segundo vídeo relatando a situação de Renilson, além de ter se oferecido a pagar um cursinho preparatório para o vendedor. Após o vídeo se propagar nas redes sociais, várias pessoas, empresas e também instituições de ensino se ofereceram para ajudar o vendedor a realizar seu sonho.

Renilson Nunes estudando na região da praça Deodoro. (Foto: reprodução / Redes Sociais)

O tenente disse esperar que Renilson continue no foco e com perseverança de ser aprovado no concurso que ele tem interesse. “Eu espero que ele aproveite, que ele saiba agarrar essa oportunidade e possa transformar seu futuro. Espero um dia compartilhar com ele nas fileiras da Polícia Militar ou então, quem sabe, em alguns serviços aqui pelo Centro atuando na Guarda Municipal”, afirma.

Renilson Nunes ao lado dos militares. (Foto: reprodução / Redes Sociais)

Renilson Nunes, morador do bairro Anjo da Guarda, em São Luís, em entrevista ao Imirante.com, disse estar muito feliz pela oportunidade que ganhou de poder se preparar em seus estudos para ser aprovado em um dos concursos que almeja.

O ambiente que eu me encontrava estudando não era adequado, me tirava muito a concentração. Com essa ajuda do tenente Arraes creio que agora eu consiga conquistar a minha aprovaçãoRenilson Nunes, vendedor de picolé.

Renilson também disse estar surpreso com a repercussão que o caso teve. “Eu não esperava que ia acontecer isso tudo na minha vida. Foi uma surpresa. Estou muito feliz. Já agradeci demais a ele [tenente Arraes] por essa atitude comigo”, garante.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.