Volta às aulas

Aulas presenciais na rede estadual só devem retomadas em 2021 no Maranhão

Para Felipe Camarão, secretário de Educação, o maior desafio neste momento será a preparação das escolas para receber os alunos em 2021.
Imirante.com, com informações do G1-MA06/10/2020 às 18h21
Aulas presenciais na rede estadual só devem retomadas em 2021 no MaranhãoAulas presenciais foram suspensas devido à pandemia da Covid-19. ( Foto: Reprodução)

SÃO LUÍS – Segundo o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, não haverá retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino este ano, devido a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Leia também:

Uema divulga edital para matrículas de candidatos aprovados para o segundo semestre de 2020

Sendo assim, os mais de 300 mil alunos matriculados na rede estadual devem continuar tendo aula apenas pelo sistema remoto. Para o secretário, o maior desafio neste momento será a preparação das escolas para receber os alunos em 2021.

"Nós não iremos retomar as aulas presenciais este ano, vamos concluir o ano letivo de forma remota. O ano de 2020 de toda a rede estadual será concluída de maneira remota, com mediação de tecnologia e no ano que vem, vamos preparar a comunidade escolar para o retorno híbrido", disse Felipe Camarão, em entrevista à TV Mirante.

Em entrevista coletiva concedida na última sexta-feira (2), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), havia afirmado que 'não era viável da retorno das aulas neste ano', após o resultado da consulta pública entre estudantes, pais e professores.

Flávio Dino revelou que o governo deve tentar recuperar a perda de conteúdo dos alunos, aplicando uma revisão para os estudantes do 9º ano do ensino fundamental da rede estadual e municipal.

Retomada das aulas presenciais

A volta às aulas presenciais na rede estadual já foram adiadas por 6 vezes no Maranhão, desde o início da pandemia. As atividades foram suspensas desde março e seguem de forma remota no estado.

Até o momento, apenas as escolas da rede privada do Maranhão iniciaram as aulas. Ao todo, 50 escolas e universidades particulares retornaram as atividades de modo híbrido (presencial e online), segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Maranhão (Sinpe-MA).

Entre as medidas sanitárias impostas para a volta às aulas, está o uso obrigatório de máscara, suspensão do recreio, divisão das turmas em dois grupos, proibição do uso coletivo de bebedouros e aferição de temperatura dos alunos e colaboradores.

Desde o retorno das aulas em agosto, ao menos sete escolas da rede privada da capital maranhense já suspenderam as atividades por conta de casos de Covid-19.

A rede municipal de ensino também segue sem previsão para a retomada das atividades presenciais, em decorrência da Covid-19. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que a confirmação de uma data vai depender do cenário da pandemia e das orientações das autoridades sanitárias.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.