Alerta!

Dia mundial da saúde bucal: fique atento aos sinais do câncer de boca

Em 2015, entre os 5.898 mortos pela doença, 4.672 eram homens, de acordo com levantamento.
Imirante.com, com informações da Assessoria20/03/2020 às 08h21
Dia mundial da saúde bucal: fique atento aos sinais do câncer de bocaFumantes e etilistas estão entre os mais atingidos. (Foto: Reprodução)

BRASÍLIA - Dia 20 de março é o Dia Mundial da Saúde Bucal. Além de lembrar dos cuidados para a preservação da dentição e prevenção de infecções, é importante ficar atento aos sinais do câncer da boca. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa para 2020 é de 15.190 novos casos. O câncer se instala na cavidade oral, em locais como assoalho da boca, gengiva, língua ou mucosa bucal.

O tabagismo e o consumo de álcool são dois fatores que influenciam o surgimento de novos casos. Devido à grande parcela do público masculino com esses hábitos, os homens são os mais atingidos pela doença em relação às mulheres. Em 2015, dos 5.898 óbitos, 4.672 eram homens, de acordo com levantamento do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM).

Segundo a oncologista do Hospital Anchieta,Dra. Janice Farias, há também outros fatores que podem influenciar o surgimento do câncer da cavidade oral. “Obesidade, exposição ao sol sem proteção, determinando câncer do lábio, também podem ser fatores de risco. A infecção por HPV, através do sexo oral, pode estar relacionada a alguns casos de câncer de orofaringe”, explica.

A oncologista ressalta a importância de estar com a saúde bucal em dia. “É importante que todos os pacientes preocupem-se com a saúde bucal, indo ao dentista com frequência; os grupos de maior risco, fumantes e etilistas, devem ter atenção redobrada nesse sentido, com consultas regulares ao dentista”, destaca.

Sintomas

As lesões podem surgir como pequenas manchas esbranquiçadas ou vermelhas na mucosa da boca, ou na língua; pequenos nódulos ou feridas que não cicatrizam por mais de 15 dias também podem acontecer. Alguns casos iniciam com rouquidão ou caroços aumentados no pescoço, geralmente sem dor.

Na doença avançada pode haver dificuldade para movimentar a língua e para engolir, além de sensação de "corpo estranho" na garganta.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por meio de biópsia da lesão por meio de anestesia local. Exames de imagem como tomografia computadorizada ajudam na avaliação da lesão e permitem verificar se há metástase em outras regiões do corpo.

Tratamento

A depender do estadiamento do tumor, isto é, o grau de comprometimento da lesão inicial e se há metástase envolvendo os gânglios próximos ou órgãos à distância, o tratamento pode envolver cirurgia, radioterapia e ou quimioterapia. Casos iniciais, geralmente, envolvem a retirada cirúrgica da lesão.

O cirurgião de cabeça e pescoço é o médico que deve estar envolvido no cuidado cirúrgico desses pacientes. Situações de maior complexidade, como lesões volumosas ou com metástases à distância, são abordadas em caráter multidisciplinar por cirurgiões de cabeça e pescoço, radioterapeutas e oncologistas.

Dia Mundial da Saúde Bucal

O dia 20 de março foi instituído o Dia Mundial da Saúde Bucal. O objetivo da data é orientar a população a respeito dos cuidados para o combate e prevenção de problemas bucais, além de ressaltar que a saúde da boca reflete na saúde geral, uma vez que é por meio dela que todo o corpo é nutrido.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.