Em São Luís

Presos acusados de integrarem grupo de assaltantes de carga

O grupo é acusado de fazer cerca de 15 roubos a caminhões da empresa de logística FEDEX.
Imirante.com22/11/2019 às 18h07
Joerberth Dacio Castro Martins, de 31 anos, e Bruno Carlos Pinheiro, de 23 anos. / Foto: Divulgação.

SÃO LUÍS - A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), cumpriu, nesta sexta-feira (22), dois mandados de prisão preventiva. Os mandados foram contra Joerberth Dacio Castro Martins, de 31 anos, e Bruno Carlos Pinheiro, de 23 anos.

Segundo a polícia, os presos são suspeitos de integrarem uma associação criminosa especializada em roubo de cargas. O grupo de assaltantes é acusado de fazer cerca de 15 roubos a caminhões da empresa de logística FEDEX, da qual foram levados diversos produtos da Natura, Jequiti, Eldora, além de computadores da Dell. As investigações apontam que a associação criminosa já causou, às vítimas, um prejuízo estimado em R$ 1 milhão.

Com a prisão de Joerberth Dacio e Bruno Carlos, chega a sete o número de pessoas presas acusadas de integrarem o mesmo grupo criminoso.

Prisão em flagrante

Durante o cumprimento do mandado de prisão contra Joerberth Dacio, foi encontrado na residência dele e na do sogro, identificado como José Raimundo Ribeiro Sousa, dois desvios ilegais de energia elétrica, além de uma rinha de galo.

José Raimundo Ribeiro Sousa foi preso em flagrante. / Foto: Divulgação.

Diante dos fatos, a polícia fez a autuação em flagrante delito de Joerberth e de José Raimundo, por furto qualificado mediante fraude, bem como procedimento criminal por crime ambiental, o qual ficou a cargo da Delegacia Especial do Meio Ambiente.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.