Após momentos de terror

Vítima baleada em tentativa de assalto à joalheria morre em hospital

William Araújo Braga, que era um dos reféns, e morreu no Hospital Socorrão I.
Imirante.com05/11/2019 às 07h16
Tentativa de assalto aconteceu na tarde dessa segunda-feira. Foto: Reprodução/TV Mirante.

SÃO LUÍS – Morreu, por volta das 21h dessa segunda-feira (4), uma das vítimas da tentativa de assalto a uma loja de compra de ouro. William Araújo Braga, de 55 anos, que era um dos reféns, foi baleado e levado ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).

Reveja: Assaltante se entrega após fazer reféns em joalheria, em São Luís

O estado de saúde dele, que foi alvejado com tiros, era grave. Horas após o fim da ação criminosa e prisão do assaltante, William não resistiu.

Segundo a polícia, o autor do crime, identificado como Cleiton Pinto Vasconcelos, de 34 anos, entrou na loja Lindomar Joalheria, que fica no prédio Linda Duailibe, na rua da Paz, no Cento de São Luís, por volta das 16h15 desta segunda-feira, e anunciou o assalto.

Cleiton Pinto Vasconcelos, de 34 anos, foi preso. Foto: Divulgação.

Havia três pessoas na joalheria, sendo que uma delas, o William, reagiu ao assalto e acabou sendo baleado. O dono da joalheira passou mal e foi liberado pelo criminoso, sendo atendido por uma equipe do Samu que estava no local. Já a mulher do proprietário, identificada como Irene, ficou sob a mira do assaltante.

Para se entregar, o homem exigiu a presença da imprensa e de um advogado. A imprensa foi ao local e advogado também, mas o assaltante demorou a se render. Após intensa negociação, o assaltante se entregou e foi levado preso pela polícia para Plantão Central das Cajazeiras. Com ele foi apreendida uma pistola 380.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.