Operação policial

Quadrilha especializada em roubo de cargas a supermercado de SL é desarticulada

De acordo com a polícia, o grupo era formado por um empresário, um policial militar, um agente penitenciário e funcionários da rede de supermercado.
Imirante.com15/05/2019 às 07h12
Quadrilha especializada em roubo de cargas a supermercado de SL é desarticuladaCaminhão carregado de produtos, que foi apreendido durante a operação. (Foto: divulgação)

SÃO LUÍS – Uma quadrilha especializada em roubo de mercadorias a uma rede de supermercados de São Luís foi desarticulada durante uma operação deflagrada pela Superintendência de Polícia da Capital (SPCC), na noite dessa terça-feira (14), na rua da Alegria, na localidade Matões, bairro Turu, na capital maranhense.

Segundo informações da polícia, entre os integrantes que faziam parte da organização criminosa estão um empresário, um policial militar, um agente penitenciário e funcionários da rede de supermercado.

Durante a operação foram presos Antônio Marcos Cordeiro Guimarães, dono do mercadinho “O Barateiro”, que fica localizado no Matões, além de Pedro Ivo de Oliveira Filho e Thiago Silva Pereira. Segundo a polícia, o agente penitenciário e o policial militar conseguiram escapar.

Ainda durante a operação, a polícia conseguiu apreender um caminhão carregado de mercadoria. Entre os produtos carregados, estavam uma grande quantidade de arroz, leite e folhas de papel A4.

Conforme a polícia, o empresário Antônio Cordeiro é apontado como suspeito de comprar a maior parte das cargas roubadas e, posteriormente, revender em seu estabelecimento comercial, o mercadinho “O Barateiro.”

O suspeito Pedro Ivo era um dos responsáveis pelo centro de distribuição da rede de supermercados que tinha as mercadorias subtraídas. Ele é apontado como sendo o facilitador para que caminhões entrassem no depósito para fazer o furto e levar a carga roubada.

A polícia informou, ainda, que a quadrilha inclusive alugou um galpão localizado no bairro João Paulo, em São Luís, para guardar a mercadoria subtraída. Ainda segundo a polícia, o esquema já teria rendido cerca de R$ 300 mil ao bando. As investigações preliminares apontam para que mais pessoas estariam envolvidas nos crimes de roubo.

Após a averiguação, os suspeitos e o caminhão apreendido foram encaminhados para o Plantão Central do Cohatrac. Os outros suspeitos que conseguiram fugir do flagrante continuam sendo procurados pela Polícia Civil. Os outros funcionários da rede de supermercados envolvido com o roubo de cargas também deverão ser presos.

Os criminosos foram autuados nos crimes de receptação, qualificada e por comporem uma organização criminosa.

Apresentação

Os quatro suspeitos de envolvimento no esquema criminoso serão apresentados na tarde desta quarta-feira (15) pela Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia geral (SPCC), na Delegacia Geral. A polícia informou que os criminosos vinham praticando os crimes há pelo menos seis meses. O grupo foi preso nos bairros do Turu, Vila Esperança, Vila Industrial e João Paulo.

Posicionamento

Procurada pelo Imirante.com, a rede de supermercados Mateus ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.