Dia Mundial

“Setembro Verde” sensibiliza para a doação de órgãos

Campanha incentiva a população para garantir a adesão de novos doadores.
Imirante.com, com informações da 17/09/2018 às 13h30
“Setembro Verde” sensibiliza para a doação de órgãosNo Brasil, cerca de 33 mil pessoas aguardam por um transplante, segundo a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). ( Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - O dia 27 de setembro é considerado o Dia Mundial da Doação de Órgãos e o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), por meio da Comissão de Transplante, incentiva todos os anos a adesão de novos doadores com uma campanha de sensibilização da população. No Brasil, cerca de 33 mil pessoas aguardam por um transplante, segundo a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

Leia também:

Doadores de sangue poderão ter desconto em concursos

Doadores de sangue somam 1,6% da população

Paulo Sérgio Almeida Vasconcelos, 65, realizava diálise por 6 anos e 2 meses no HU. Um certo dia, fazendo seu tratamento, foi agraciado com uma das melhores notícias de sua vida: “Temos um rim para você”. A doação renovou suas esperanças. Hoje, três meses depois do transplante, o paciente agradece a oportunidade que lhe foi dada. “Eu estava nessa luta há mais de 6 anos. O sentimento é de gratidão mesmo, essa doação mudou minha vida. A cirurgia foi um sucesso, e hoje faço apenas as consultas de acompanhamento. Estou muito feliz! ”.

Atualmente, o HU-UFMA está credenciado para realizar cinco tipos de transplantes: coração, fígado, tecido ósseo, rim e córnea. De janeiro a agosto de 2018, foram realizados 217 transplantes (196 transplantes de córnea e 21 de rim). O crescimento no número de transplantes reforça a política de qualidade do HU e o seu compromisso em fortalecer a prestação de serviços na área da saúde.

A mobilização pelo Dia Mundial da Doação de Órgãos será realizada no dia 27, a partir das 8h, nas unidades Presidente Dutra e Materno Infantil. Serão distribuídos folders alusivos à data com informações sobre os procedimentos para realização da doação de órgãos. A chefe da Unidade de Transplante, Regina Cruz, destaca a relevância dessas práticas para a construção de uma sociedade mais solidária. “As ações do Setembro Verde no Hospital Universitário possuem dois objetivos: interno, para conscientizar funcionários e estudantes, e externo, para sensibilizar a comunidade local. É muito importante que as pessoas que queiram doar conversem com seus familiares, uma vez que a família é quem decide pela doação”, esclarece.

Durante o dia, a Comissão de Transplantes visitará os anexos e setores do hospital, em especial, o setor de registro de óbitos, para agradecer pelo trabalho desempenhado, visto que sem eles muitos órgãos poderiam ser perdidos, e consequentemente, vidas.

Quem pode ser doador

Doador vivo – deve ser maior de idade, manifestar espontaneamente sua vontade de doar, ter compatibilidade sanguínea e imunológica com o receptor, ter boas condições de saúde.

Doador sem vida – pessoa em morte cerebral, sem graves doenças transmissíveis, com compatibilidade com o receptor, desde que não esteja inscrito no Registo Nacional de Não Dadores – RENNDA.

Doação Cruzada - um familiar não compatível pode propor-se a dar um rim a uma pessoa desconhecida e outra pessoa desconhecida dar-lhe um rim a si.

Serviço: Comissão de Transplantes do HU-UFMA – fone: (98) 2109 1073/1224

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.