Aniversário

Aos 30 anos, Rádio Mirante AM se reinventa e conquista públicos

A emissora, que está cada vez mais próxima do ouvinte, mantém em sua essência a notícia.
Neto Cordeiro / Imirante.com10/05/2018 às 07h00
Aos 30 anos, Rádio Mirante AM se reinventa e conquista públicos

SÃO LUÍS – Há 30 anos, num 10 de maio como hoje, entrava no ar a Rádio Mirante AM. Inicialmente, com uma grade de programação quase completamente musical, a emissora, ao longo dos anos, foi se consagrando como um veículo onde a notícia é o carro-chefe.

Mas não foi de uma hora para outra. “O rádio no Maranhão vivia um período de hibernação, e o jornalismo foi o caminho que encontramos pra renascer o rádio AM, e ele ganhou novamente força. Sempre primamos pela participação do ouvinte na construção desses programas, fazendo denúncias, reivindicações... Era importante abrir espaço para que o cidadão questionasse o prefeito, governador etc”, ressalta o apresentador do Ponto Final, Roberto Fernandes.

Quem está na emissora há mais tempo, como o operador Carlito Internacional, confirma que a história da Mirante AM envolve muito orgulho de fazer radialismo, comprometimento com o público e companheirismo entre os profissionais que, muitas vezes, se formam aqui. “Comecei ao lado de várias pessoas como Geraldo Castro, José Santos e muitos outros que nem estão mais aqui. Eu ajudo na produção, não fico só na operação. Aprendi muita coisa e auxilio meus colegas”, comenta Carlito.

“Quando eu seleciono um novo integrante da equipe, eu observo se ele quer realmente fazer rádio. E aqui todo mundo se ajuda e a primeira geração tem muito a ensinar a todos que chegaram há pouco tempo”, explica o coordenador da Mirante AM, Zeca Soares, que começou como estagiário e já está a frente do veículo há 19 anos.

Outro que chegou por aqui como estagiário e, de repórter, passou a comandar também um dos programas, é Domingos Ribeiro. “Continuo repórter, mas sou um locutor da emissora. A gente, estando na rua, tem o contato direto com as notícias, tanto faz se é da área de polícia, cidades, política, cultura... quando venho da rua para apresentar o programa facilita porque, muitas vezes, eu presenciei o que aconteceu no local”, destaca Domingos que está na Mirante AM desde 1991 e apresenta o Rádio Patrulha.

A Mirante AM do futuro, que já chegou

“O rádio de antigamente, aquela caixa enorme, agora virou uma decoração que a gente compra pra nossa casa. Ele virou um dispositivo menor e portátil. Hoje, tá mais presente no celular, e as pessoas querem até ver a transmissão do programa em vídeo”, comenta Zeca Soares sobre as mudanças sofridas por este meio de comunicação tão antigo, porém resistente.

“Devemos estar ligados nas novas tecnologias para acompanhar a evolução. Teve uma época em que a Mirante AM recebia cartas. Hoje, basicamente, trabalhamos com telefone e WhatsApp na comunicação com os ouvintes”, explica.

“Essa coisa de ligar nem todo ouvinte está disposto e, depois, tem a dificuldade em conseguir uma ligação. Até que surgiu o WhatsApp que trouxe um ouvinte novo. Ele agregou uma capacidade de trazer um o público novo e ampliou esse leque de participação”, completa Roberto Fernandes.

Para ele, a Mirante AM, ainda pode traçar novos caminhos que mantenham esse sucesso. “A gente precisa avançar mais na apuração e aprofundar mais a investigação da notícias. Buscar mais informações das outras cidades porque, hoje, temos um maior volume de noticias em São Luís. Outra coisa são as redes sociais, transmissão em vídeo. Acho que a gente pode caminhar um pouco mais”, pontua o locutor.

Você pode acompanhar a Mirante AM pelo...

Site

Aplicativo (iOS ou Android)

WhatsApp

Telefone: (98) 3215-5060

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.