Vazamento

Equipes investigam motivo de problema em conexão do Italuís

O fornecimento de água deveria ter sido normalizado no sábado (9), após obra no Italuís.
Imirante.com, com informações da Assessoria11/12/2017 às 06h42
Equipes investigam motivo de problema em conexão do ItaluísPerícia investiga problema em peça do Italuís. (Foto: Divulgação)

SÃO LUÍS - As equipes da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e das empresas privadas contratadas para instalar a nova adutora do Sistema Italuís trabalham desde o fim da noite de sábado (9) para restabelecer o abastecimento de água na capital maranhense.

Leia também: Vazamento atrasa reabastecimento de água em SL

Uma equipe da Polícia Civil também esteve nesse domingo (10) no local onde foi registrado o problema na conexão feita no novo Sistema Italuís, às margens da BR-135. Os profissionais estão fazendo uma perícia para identificar o que causou essa situação.

O problema foi encontrado na noite de sábado (9). A falha foi detectada após o reinício do bombeamento de água na nova adutora. O problema está numa peça fabricada por uma das empresas contratadas para fazer a instalação da nova adutora. Foi verificada uma estranha ruptura na peça em formato de Y.

O fornecimento de água, suspenso na quarta-feira (6), deveria ter sido normalizado no sábado (9), em razão de instalação de nova adutora do Italuís.

Veja a nota da Caema:

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vem a público informar que:

1. Contratou as empresas privadas Memps Engenharia, PB Construções, Edeconsil Construções e Locações e EIT Construções para realizar a obra da nova adutora do Sistema Italuís.
2. Na tarde da última sexta-feira (8), foi finalizado o serviço de interligação da nova adutora, antes do prazo estabelecido.
3. Infelizmente, na noite de sábado (9), ocorreu vazamento de grande porte no começo do Campo de Perizes, na junta Y. A peça, fabricada pela empresa Memps Engenharia, não suportou a pressurização na linha de distribuição.
4. Desde o momento do rompimento, equipes da Caema e das empresas privadas trabalham no local, ininterruptamente, para a resolução do problema.
5. Nesse momento, está sendo feito restabelecimento emergencial, para permitir que as empresas privadas contratadas (Memps Engenharia, PB Construções, Edeconsil Construções e Locações e EIT Construções) encontrem a solução definitiva para o problema, de responsabilidade deles.
6. Novas informações serão repassadas à população nas próximas horas, à medida que os trabalhos de reparo avancem.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.