“É revoltante!”, desabafa internauta

Denúncia: cavalos da PM sofrem possíveis maus-tratos

“Você já imaginou ficar com fome durante dois meses? Alguns animais estão só a carcaça", desabafa o internauta.
Imirante.com25/02/2016 às 15h28
De acordo com internauta, animais estão magros e abatidos por falta da ração que já não existe há quase dois meses. Foto: Internauta / Via WhatsApp – 99209-2383

SÃO LUÍS – Não há estatísticas oficiais no país sobre os números de animais que sofrem maus-tratos. Mas há diversas formas de crueldade, a maioria delas consentida, contra eles. O portal Imirante.com recebeu denúncia de um internauta, que não quis se identificar, sobre possíveis maus-tratos contra animais da Cavalaria da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), em São Luís.

De acordo com informações do internauta, os animais estão magros e abatidos por falta da ração que já não existe há quase dois meses. “Você já imaginou ficar com fome durante dois meses? Alguns animais estão só a carcaça. Outros animais não aguentaram e morreram. É revoltante!” , desabafa o denunciante.

No Brasil a lei federal de crimes ambientais nº 9605 de 16/02 de 1998 reforçou o decreto de 1934 e especificou várias violações e penalidades para pessoas que praticam crimes contra os animais.

De acordo com o artigo 32 desta lei, maus-tratos de animais são classificados como qualquer ato de abuso. Ferir ou mutilar animais domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos também é crime de maus-tratos que tem como pena a detenção de três meses a um ano e multa.

Na noite desta quinta, a Polícia Militar do Maranhão se pronunciou sobre as denúncias. Ela negou os maus-tratos, mas afirmou que os animais são da corporação.

Veja o posicionamento.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.