Tráfico de drogas

SL: polícia prende traficantes com quatro quilos de crack

Um dos detidos tinha envolvimento com suspeito de fornecer armas a criminosos.
Divulgação/SSP 11/03/2014 às 18h02

SÃO LUÍS - Uma operação conjunta da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) e a Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) realizada, no início da manhã desta terça-feira (11), nos bairros do Maiobão e Areinha resultou na prisão de Ernildo Soares da Silva, 25 anos e Anailde Arcângela Carvalho Dutra, 26 anos, envolvidos com o tráfico de drogas. Com os suspeitos, foi apreendido 4 quilos de crack prontos para a venda e, ainda, um valor de R$ 2.200.

Foto: Divulgação.

O delegado Paulo Márcio Tavares, titular da Polinter informou que Ernildo da Silva foi preso em uma motocicleta com a droga em uma bolsa, na entrada do Bairro do Maiobão. A equipe de policiais da Polinter interceptou Ernildo no momento em que ele ia fazer a entrega da droga a Anailde Dutra, para revenda.

Foto: Divulgação.

O delegado informou, ainda, que Ernildo Silva já tinha sido preso no dia 23 de janeiro, no Bairro de Fátima, por uma equipe de policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), quando estava no veículo Toyota Hilux juntamente com Márcio de Jesus Mendes, conhecido como “Márcio Pratão”.

O veículo foi interceptado pelos policiais da Seic. Houve troca de tiros e a esposa de “Márcio Patrão”, identificada por Liliane Silva Villas Boas, 26 anos, foi alvejada e veio a óbito. Marcio Patrão também foi atingido com dois tiros e Ernildo com um tiro. Durante a apresentação na Seic, Ernildo informou aos policiais que era apenas pedreiro e que iria realizar um serviço na casa de “Márcio Patrão”.

Segundo levantamentos da polícia, Anailde Dutra seria a esposa de um traficante conhecido como Agnaldo, que já está preso no Complexo de Pedrinhas, por força de um mandado de prisão expedido no Estado do Pará.

Depois da prisão do seu companheiro, Anailde teria assumido o controle do tráfico. Em buscas na residência da suspeita, as equipes policiais encontraram a quantia de R$ 2.200. A procedência do dinheiro não foi informada.

Os dois suspeitos foram encaminhados para a Polinter e autuados em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes e encaminhados para o Centro de Triagem em Pedrinhas.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.