Dicas de saúde

Saiba como tratar as desagradáveis olheiras

Imirante10/09/2013 às 11h31

SÃO LUÍS – O escurecimento da região em torno dos olhos, chamado de olheiras, é um problema afeta muitas pessoas, independentemente da idade. Caso o problema não seja tratado adequadamente, ele tende a piorar.

As olheiras são causadas por um depósito de melanina (pigmento escuro) na pele, produzidos por um tipo de célula da pele, chamados melanócitos - em torno dos olhos. Esse problema pode ser causado também devido a pele fina demais, permitindo a visualização dos vasos capilares (vasinhos externos) ou pela presença de olhos fundos e protuberância de bolsas de gordura embaixo dos olhos. Noites mal dormidas, cansaço, estresse físico ou emocional podem causar as olheiras.

Outros problemas que podem originar esse escurecimento em torno dos olhos são: exposição ao sol; fricção ao limpar ou coçar demais a área em torno dos olhos; má respiração bucal, porque prejudica a irrigação e a oxigenação na região dos olhos; ato de provocar o vômito, feito pelos portadores de bulimia; distúrbios do sono; tabagismo, pelo fato de prejudicar a oxigenação e a irrigação sanguínea e ainda danificar os pequenos vasos na área dos olhos.

Como tratar

Quando o problema está no início, o ideal é fazer uma hidratação no local. A massagem pode ser feita com cremes específicos para o problema, durante duas vezes ao dia. Cremes hidratantes lubrificantes estimulam a circulação e vasodilatação, diminuindo as bolsas. É recomendável fazer esse procedimento pela manhã.


Outra forma de amenizar as olheiras é fazer compressas de água gelada ou de chá de camomila ao redor dos olhos, entre 5 e 7 minutos, pela manhã. Também é recomendável usar pepinos gelados em fatias para amenizar inchaço ou escurecimento. É, também, muito importante ter boas noites de sono, de seis a oito horas por dia.

A forma mais eficaz de tratar as olheiras é consultando um dermatologista, que poderá indicar o melhor tratamento. Diagnósticos precoces permitem tratamentos mais leves ou menos invasivos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.