Afogamentos

Homem morre e outro segue desaparecido após afogamento no rio Munim

A vítima, de um dos casos, foi identificada como Robert Nelson Rodrigues dos Anjos, de 31 anos; os dois afogados eram da capital maranhense.
Imirante.com14/10/2019 às 08h50
Homem morre e outro segue desaparecido após afogamento no rio MunimCanoeiros da região na busca por corpo de vítima de afogamento. (Foto: Rafael Cardoso / G1 MA)

PRESIDENTE JUSCELINO – O corpo de um homem, identificado como Robert Nelson Rodrigues dos Anjos, de 31 anos, foi encontrado na tarde desse domingo (13), no rio Munim, em Presidente Juscelino, distante 85 km de São Luís.

Robert Nelson era pintor e participava de uma excursão que saiu do bairro Pirapora, em São Luís. Familiares da vítima informaram que por volta das 16h de sábado (12), Robert tentou atravessar o rio de Cachoeira Grande a Presidente Juscelino. Ao ver que não conseguiria, tentou voltar, mas acabou se afogando.

As buscas pelo corpo de Robert Nelson se iniciaram por canoeiros da região ainda no sábado. A família da vítima informou, também, que Robert sofria de eplepsia.

Outro afogamento

Um outro caso de afogamento foi registrado na mesma região, nesse domingo (13). Um homem, que ainda não foi identificado, sumiu após tomar banho no rio Munin, na parte que passa pela cidade de Cachoeira Grande.

De acordo com informações de testemunhas, o homem, assim como no outro caso, também vinha de uma excursão da capital maranhense. Mais uma vez, os canoeiros da região tentaram encontrar o corpo da vítima, mas não obtiveram êxito.

Não existe fiscalização, posto de salva-vidas, equipes do Corpo de Bombeiros, nem a presença da Capitania dos Portos, na região do rio Munin entre as cidades e Cachoeira Grande e Presidente Juscelino.

O Corpo de Bombeiros do Maranhão, por meio de nota, informou que retoma a procura pelo outro homem que continua desaparecido.

Leia a nota na íntegra:

"O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) informa que vai retomar na segunda-feira (14) a procura por um homem que se afogou neste domingo (13) no Rio Munim e está desaparecido. A corporação esclarece que está à disposição para treinar e capacitar salva-vidas dos municípios que dispõem de pontos de banhos em rios para, com isso, evitar registros de novos afogamentos. A solicitação deve ser feita pelos municípios, a quem também cabe delimitar as áreas em que o banho é permitido. Por fim, o Corpo de Bombeiros informa que é de competência da Marinha o licenciamento e a fiscalização de embarcações que navegam em rios e mares."

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2019 - Todos os direitos reservados.