Indícios de execução

Mulher assassinada em Pedreiras foi alvejada com 13 tiros

Rosileide Granjeiro Souza, 33 anos, foi assassinada na porta de casa.
Imirante.com30/10/2018 às 14h19
Mulher assassinada em Pedreiras foi alvejada com 13 tiros Rosileide Granjeiro Souza, 33 anos, conhecida como “Leda”. (Foto: Divulgação)

PEDREIRAS – Por volta das 6h desta terça-feira (30), uma mulher, identificada como Rosileide Granjeiro Souza, 33 anos, conhecida como “Leda”, foi assassinada a tiros na porta de casa, no bairro Novo Seringal, em Pedreiras.

Segundo informações dos investigadores da Delegacia de Pedreiras, Rosileide Granjeiro estava na porta de casa, pegando sua motocicleta para levar a filha para a escola, quando foi abordada por dois homens em uma moto, os quais desferiram 13 tiros na vítima. Os tiros atingiram os braços e o tórax de Rosileide, que morreu no local.

Ainda de acordo com a polícia, o crime tem indícios de execução, pois, em 8 de abril de 2014, o marido de Rosileide Granjeiro, identificado como Taumaturgo, também foi assassinado a tiros. O homem estava em uma motocicleta, com Rosileide na garupa, quando foi assassinado.

Ainda não há informações sobre quem assassinou Rosileide Granjeiro Souza. A investigação já está sendo feita, e a polícia vai usar as imagens de câmeras de segurança instaladas nas proximidades da casa da vítima para tentar identificar os assassinos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp pelo telefone (98) 99209-2383.

© 2018 - Todos os direitos reservados.