Polícia | De moto

Homem que atropelou e matou mulher será julgado em Pinheiro

Julgamento de Josivaldo dos Santos Bandeira Rodrigues, conhecido na cidade como ''Dedéu, está marcado para o dia 20 de outubro
18/10/2021
Homem que atropelou e matou mulher será julgado em PinheiroDivulgação

São Luís - O juiz Carlos Alberto de Matos Brito, titular da 3ª vara da Comarca de Pinheiro, preside na próxima semana, sessões do Tribunal do Júri na unidade judicial. Em um dos julgamentos, marcado para o dia 20 de outubro, o réu será Josivaldo dos Santos Bandeira Rodrigues, conhecido na cidade como ‘Dedéu’. Ele será julgado por ter atropelado uma mulher e, segundo a denúncia, no momento do fato ele estava alcoolizado. A vítima Raimunda Rodrigues Costa, de 53 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu em decorrência do atropelamento.

Consta na denúncia que o acusado, em companhia de um homem identificado como sendo Gilson Mendes, pilotava uma motocicleta em alta velocidade. Eles teriam passado a noite anterior consumindo bebidas alcoólicas.

A vítima Raimunda Costa estava molhando algumas plantas no canteiro central da avenida Castelo Branco, quando foi colhida violentamente pela moto. Relata, ainda, que Josivaldo estaria embriagado e sob efeito de drogas. Após o fato criminoso, os homens evadiram-se do local. O fato ocorreu em julho de 2007.

Sem habilitação

Em depoimento à autoridade policial, o Josivaldo Rodrigues disse que quem estava pilotando a motocicleta era Gilson Mendes. Para o Ministério Público, o acusado assumiu o risco de matar alguém, devido ao estado em que se encontrava e ainda foi pilotar uma motocicleta. Relata, também, que Josivaldo não possui habilitação. Por fim, destacou o MP que a autoria do crime está individualizada, bem como a materialidade, fatos atribuídos a Josivaldo.

Mais duas sessões estão marcadas pela unidade judicial. No dia 21, os réus são João Balbino Pereira, Manuel Domingos Pacheco, Raimundo Paulino Mendes e Raimundo Nonato Silva Cruz. Fechando a pauta do mês, dia 27 acontece o julgamento de Gleysom Carneiro dos Santos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte