Cidades | Redução de mortes

Portal de Registro Civil mostra queda de óbitos por Covid-19 no Maranhão

No mês de abril deste ano, um dos períodos de pico da pandemia no estado, ocorreram 850 mortes, enquanto nestes últimos 27 dias, houve um total de 161 óbitos, uma redução de 82% nos casos
Ismael Araújo / O Estado29/07/2021
Portal de Registro Civil mostra queda de óbitos por Covid-19 no MaranhãoNúmero de óbitos por Covid-19 está em queda; julho teve 82% menos mortes do que no mês de abril (Matheus Soares / O Estado)

São Luís - Com um total de 3.775.842 doses aplicadas de imunizantes contra a Covid-19 e o Maranhão apresentando uma cobertura vacinal de 56,6%, a quantidade de óbitos por essa enfermidade já começou a apresentar queda ao longo dos últimos meses. Dados do Portal da Transparência de Registro Civil do Brasil mostram que durante o mês de abril deste ano, considerado um dos períodos de pico da doença, ocorreram 850 mortes pelo novo coronavírus em todo o estado, enquanto julho contou com 161 registros, mostrando redução de 82% nos casos de óbitos.

Ainda de acordo com o Portal da Transparência de Registro Civil do Brasil, abril se mantém como o mês com maior número de óbitos por Covid-19 no Maranhão e, das 850 mortes por coronavírus, a maior parte das vítimas foi do sexo masculino, um total de 522. Somente os primeiros sete dias daquele mês, os cartórios do Maranhão emitiram 222 atestados de óbitos por Covid-19, apresentando uma média de 37 óbitos por dia.

Em 27 dias do mês de julho, o número de mortes por covid apresentou queda no Maranhão, com registro de 161 óbitos. Do total, 105 foram vítimas do sexo masculino. Apenas durante a primeira semana de julho ocorreram 84 mortes, ou seja, apresentando uma queda de 62% em relação aos primeiros sete dias do mês de abril deste ano.

Em janeiro deste ano os cartórios do Maranhão emitiram 166 atestados de óbitos por Covid-19, fevereiro, um total de 371; março ocorreu um aumento e registrou 950 óbitos; maio, 646, enquanto, o mês de junho começou a apresentar uma queda e foram emitidos 588 atestados de óbitos por coronavírus.

O presidente da Associação dos Registradores Civis do Maranhão (ARPEN), Devanir Garcia, declarou que no decorrer destes últimos dois meses houve uma diminuição de óbitos por Covid-19 em todo o estado. “O meu cartório é localizado em Açailândia, pois, na época do pico da doença, geralmente, eram expedidos cinco a seis atestados de óbito por coronavírus por dia e, no momento, a média é de apenas um”, disse Devanir Garcia.

Plantão de óbito
No Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, há um posto de plantão de óbitos, que funciona durante o feriado, fim de semana e noturno, mas o serviço somente deve ser acessado quando o requerente necessitar fazer o traslado do corpo para o sepultamento em uma outra cidade.

A Certidão de Óbito somente pode ser requerida de forma presencial, devendo o declarante obedecer a todas as medidas sanitárias de prevenção à Covid-19, tais como uso de máscara e respeito aos protocolos adotados para ingresso e permanência no Fórum ou no cartório.

O declarante deve apresentar, no ato da solicitação, os seguintes documentos: Declaração de Óbito (do hospital); de identificação do falecido; e de identificação dos herdeiros, pois precisam ser mencionados no registro do óbito. O declarante também deve portar documento pessoal, podendo ele ser ou não parente do falecido.

As regras contidas na Portaria Conjunta Nº 01/2020, do Conselho Nacional de Justiça e do Ministério da Saúde, continuam valendo e autorizam o enterro apenas com a Declaração de Óbito emitida pela unidade de saúde, enquanto durar a pandemia da Covid-19. Nesses casos, a Certidão de Óbito poderá ser solicitada em até 60 dias após o falecimento.

SAIBA MAIS

Imunizantes

O Maranhão recebeu, no último dia 27, uma remessa enviada pelo Ministério da Saúde de 146.180 novas doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 117.080 de CoronaVac e 29.100 da AstraZeneca. Os imunizantes chegam para dar continuidade ao esquema de imunização e enfrentamento à pandemia no estado.

Com a nova remessa, o estado chega a 4.827.580 doses de vacinas já recebidas, sendo 1.502.620 doses da CoronaVac, 2.743.350 doses da AstraZeneca, 471.510 doses da Pfizer e 110.100 doses da Janssen. Ainda durante estes próximos dias está prevista a chegada de mais de 222 mil doses de vacinas AstraZeneca no Maranhão e um total de 67.140 doses de Pfizer.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte