Política | Em alerta

Após sugestões, Poderes devem reavaliar medidas de combate à Covid-19

Por enquanto, não está marcada uma pauta única entre representantes do Executivo, Legislativo e Judiciário; provável é que reunião ocorra até sexta-feira
Thiago Bastos / O Estado02/06/2021

Representantes dos Poderes Executivos, Legislativo e Judiciário devem cumprir, até sexta-feira, 4, nova pauta para reavaliação do cumprimento de medidas e sugestões elaboradas pelos entes em reunião realizada no dia 27 do mês passado. Segundo membros das esferas ouvidos por O Estado, há preocupação quanto a uma possível “terceira onda” do coronavírus no Maranhão.
Em documento assinado na semana passada por autoridades do governo maranhense, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ), da Assembleia Legislativa do Maranhão, Tribunal de Contas do Estado (TCE), Defensoria Pública do Estado (DPE) e Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) foi determinada a aplicação de novas ações preventivas para frear o avanço da doença. O Maranhão voltou a configurar no mapa de aumento de óbitos causados pela Covid-19.
Dentre as propostas, está a ampliação de leitos hospitalares, a aplicação do Plano Nacional de Imunização (PNI) e convocação dos gestores municipais quanto à aplicação de restrições mais severas. Em São Luís, por exemplo, após o alinhamento entre poderes, a Prefeitura anunciou por exemplo a entrega de 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede de atendimento contra a doença.
Segundo a Prefeitura, os leitos estão ofertados desde segunda-feira, dia 31 de maio, no Hospital da Mulher, na avenida dos Portugueses. Em paralelo, ainda em cumprimento às ações de vacinação, o Município ampliou a oferta de vacinas para outras idades. Hoje, de acordo com o cronograma oficial, deverão ser imunizadas pessoas com 49 e 50 anos de idade.
O Estado, por sua vez, anunciou na segunda-feira, 1º, a realização de uma “força-tarefa” em prol da vacina. A meta do governo maranhense é vacinar - em 11 municípios até sábado (5 de junho) - 100 mil pessoas, entre pessoas com 49 anos de idade ou mais, profissionais de comunicação e outros públicos. Barreiras sanitárias também foram instaladas, uma delas no Terminal Rodoviário de São Luís.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte