Geral | Estradas

PRF apreende duas caminhonetes roubadas e um caminhão transportando madeira ilegal no Maranhão

Patrulheiros recuperaram, nas BRs 316 e 010, uma Toyota Hilux e uma Fiat Toro que haviam sido roubadas em Teresina (PI) e em Recife (PE), respectivamente e uma Scania com carga de madeira nativa não condizente com a documentação apresentada
Daniel Matos24/04/2021 às 15h38
PRF apreende duas caminhonetes roubadas e um caminhão transportando madeira ilegal no MaranhãoCaminhonete Hilux tomada de assalto em Teresina (PI) e recuperada em Olho d''Água das Cunhãs (Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou três ocorrências no último plantão envolvendo três veículos de médio e grande porte no Maranhão, dois deles com registro de roubo e o terceiro transportando uma carga de madeira sem a devida licença. Nos três casos, os veículos foram apreendidos. Em um dos casos, a carga também ficou retida.

Por volta das 07h40 dessa sexta-feira (23), uma equipe PRF foi acionada via central para averiguar uma denúncia de que um veículo Toyota Hilux CD4X4 SRV, prata, que havia sido tomado de assalto no último dia 14, em Teresina, no Piauí, estava abandonado depois de ter se envolvido em acidente no km 320 da BR 316, no município de Olho D'água das Cunhãs/MA.

A equipe chegou ao local, um posto de venda de combustíveis, e recebeu informações do gerente, que detalhou a situação. Disse que o referido veículo se envolveu em acidente no dia 13 de abril 2021, o condutor se lesionou e foi socorrido por caminhoneiros que passavam no local, e passando alguns dias ninguém retornou para resgatar o veículo. Achando a situação estranha, ele comunicou o fato a um meio de comunicação de mídia local e removeu o veículo com auxílio de um guincho próprio, deixando-o guardado no pátio interno do posto de gasolina onde é gerente.

A equipe entrou em contato com alguns guinchos para transportar o veículo para a Delegacia de Bacabal, mas não obteve êxito, pois os mesmos não quiseram levar por não saber se o seguro pagaria esse transporte. Sendo assim, a equipe deixou a Hilux guardada no posto, sob os cuidados do gerente, que se comprometeu a devolver ao proprietário, que já foi informado da localização do veículo e estava se deslocando até a delegacia de Polícia Civil em Bacabal para iniciar os procedimentos cabíveis de liberação.

Diante das informações obtidas, foi constatada, a princípio, ocorrência de localização/recuperação de veículo.

Ainda na de sexta-feira (23), no km 260 da BR-010, município de Imperatriz, no sudoeste do Maranhão, uma equipe PRF, durante fiscalização de rotina na área da Unidade Operacional, apreendeu uma caminhonete FIAT/ Toro Freedom at6, branca, com placas aparentes de Carpina/PE. O veículo era conduzido por um homem de 39 anos.

Após as verificações de praxe dos elementos de identificação veicular, a equipe policial constatou que a caminhonete é objeto de roubo/furto, crime ocorrido no dia 3 de março deste ano, sendo o BO registrado em Recife, capital de Pernambuco. A placa original é de Jaboatão dos Guararapes, naquele estado. Perguntado sobre a procedência do veículo, o autor declarou que negociou o veículo pagando com madeira serrada.

Diante dos fatos, o envolvido foi encaminhado a delegacia de Polícia Civil em Imperatriz para as providências que o caso requer. Ele foi entregue ileso à autoridade policial.

Madeira ilegal

Também na manhã do dia 23, no km 232, sentido decrescente da BR 010, no município de Governador Edison Lobão/MA, foi localizado um veículo Scania/G 420 A4x2, cor branca, placas da Bahia, ao qual estavam atrelados dois semirreboques Guerra AG GR, estacionados na área de uso coletivo de um posto de combustíveis na localidade Bananal.

No interior do caminhão trator estava o condutor, de 45 anos, domiciliado em Fortaleza/CE. Constatou-se de imediato que a carga transportada era madeira nativa serrada, sendo, então, solicitados os documentos necessários para o seu transporte, ao que foi apresentada a nota fiscal NFe e a Guia Florestal para Transporte de Matéria Prima Florestal Diversa - GF3i nº 700500, emitida pela SEMAS-PA.

A documentação trata do transporte de 37m³ de madeira serrada em vários perfis. Realizada a cubagem da carga nos dois semirreboques totalizou 50m³, muito acima do valor declarado na NFe n°196 de 37m³.

Ao ser removido para o Posto PRF de Imperatriz, o caminhão foi pesado em balança homologada pelo INMETRO, quando constatou-se excesso no seu PBTC (Peso Bruto Total Combinado) de 21.880Kg. Muito mais preciso que o cálculo do volume transportado, o valor aferido pela balança demonstrou divergência em relação ao que foi informado no documento fiscal, peso líquido da carga de 37.500kg, e o que estava efetivamente sendo transportado. Nesses casos, o DOF é considerado inválido.

Diante das informações obtidas, foi constatada, a princípio, ocorrência de transportar, adquirir, vender, madeira, lenha, carvão sem licença válida. O caminhão e a carga permanecem retidos no Posto PRF de Imperatriz à disposição do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte