Cidades | Saúde

"Ir ao médico é um importante autocuidado contra o câncer", afirma oncologista

Alerta da especialista chega neste mês em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer, no dia 8 de abril
07/04/2021 às 19h00
"Ir ao médico é um importante autocuidado contra o câncer", afirma oncologista. (Divulgação)

São Luís - O diagnóstico precoce continua sendo a grande arma contra o câncer. É preciso ir ao médico, fazer os exames. Este é um autocuidado que salva vidas. A avaliação é da médica Ana Caroline Fonseca, oncologista clínica, que atua na Rede Oncoradium, em São Luís.

O alerta da especialista chega neste mês em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer, no dia 8 de abril. O objetivo da data é trazer à tona o debate sobre a doença, que somente neste ano atingirá aproximadamente 625 mil novos brasileiros, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

No Maranhão, os cânceres com maior incidência serão de próstata, pele não melanoma, colo de útero e mama, segundo o Inca, que alerta para o crescimento no número de casos em função da pandemia de Covid-19, que afastou os pacientes dos consultórios médicos.

“A prevenção ajuda no diagnóstico precoce dos cânceres de maior incidência no Maranhão, o que é decisivo para o sucesso do tratamento e a cura”, ressalta Ana Caroline Fonseca.

Para quem já foi diagnosticado e enfrenta o tratamento, a rotina de idas ao médico também não pode parar. “O tratamento oncológico durante a pandemia foi bastante afetado. É muito importante que o paciente oncológico não interrompa seu tratamento e saiba que ele pode se tratar em segurança, em locais onde são adotadas todas as medidas de higiene e de prevenção contra o novo coronavírus”, afirma a oncologista.

MAIS

Este mês, para marcar o Dia Mundial de Combate ao Câncer, os médicos e profissionais da Rede Oncoradium (em Imperatriz, Caxias e São Luís) estão orientando a população para as diferentes formas de prevenção, sintomas, diagnósticos e tratamentos dos diversos tipos de câncer.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte