Polícia | Cerco

Perseguição policial resulta em morte na cidade de Timon

Vítima estava em veículo Golf e bateu em muro de um terreno, no bairro Cidade Nova; comparsa foi preso e levado para a delegacia; no veículo, havia drogas
02/04/2021
Perseguição policial resulta em morte na cidade de TimonNa perseguição, carro dos criminosos bateu de frente com muro (Divulgação)

Timon - Uma perseguição policial ocorrida na madrugada de quinta-feira, 1º, na cidade de Timon, acabou resultando na morte de um suspeito de tráfico de drogas, de nome não revelado. Durante a ação, houve prisão e apreensão de uma quantidade de drogas.

A polícia informou que dois homens estavam em um veículo Golf preto, transitando pelo bairro Cidade Nova e foram interceptados por guarnições da Polícia Militar. A dupla criminosa não obedeceu a ordem de parada determinada pelos policiais e empreendeu fuga.

Houve perseguição e o veículo dos criminosos bate de frente no muro de um terreno. Segundo a polícia, a frente do carro ficou destruída e um dos ocupantes morreu no local, enquanto seu cúmplice de crime foi preso em flagrante.

Os policiais militares ao revistarem o carro encontraram uma quantidade de maconha e o detido foi apresentado na Central de Flagrante, onde foram tomadas as devidas providências. O material apreendido foi encaminhado para o Instituto de Criminalística (Icrim) da cidade, para ser periciado.

Investigação
A equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP) está investigando o assassinato de Cleinilson Serra Silva, de 30 anos. De acordo com a polícia, o crime ocorreu na noite de quarta-feira, 31, no Parque das Palmeiras, área do Parque Jair, em São José de Ribamar.

A vítima foi baleada em via pública, por dois homens não identificados. Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados, mas encontraram a vítima sem vida. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, para ser autopsiado. Até a tarde de ontem, não havia registro de prisão dos acusados.

Morte de jogador
A polícia solicitou ontem ao Poder Judiciário o mandado de prisão preventiva do faccionado Wilkeson Rosa de Sousa Teixeira, de 21 anos. De acordo com a polícia, o criminoso já está recolhido no presídio, em Imperatriz, suspeito de homicídio mas também teria participado da morte do jogador de futebol Wallison Jheimison Santos Rodrigues, de 19 anos.

O caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoas, coordenado pelo delegado Praxíteles Martins. Ele declarou que o crime ocorreu no dia 6 de março deste ano, no Residencial Dom Fellipe Gregory, área periférica de Imperatriz. “A vítima foi morta a tiros por engano, pois era uma outra pessoa que estava marcada para ser assassinada”, frisou o delegado.

Ele também disse que, durante a investigação, foram ouvidas testemunhas e analisadas imagens de câmeras de segurança do local. “O vídeo mostra Wilkerson Rosa em uma motocicleta se deslocando ao local do crime e esse veículo foi abandonado devido ter apresentado falhas mecânicas”, disse o delegado.

A Polícia Militar informou que em março deste ano houve redução em 60% das ocorrências de crime de homicídio em Imperatriz, em relação ao mesmo período do ano passado. Em março de 2020, ocorreram cinco assassinatos na cidade, contra apenas dois contabilizados no mês de março deste ano. Também no mês passado houve saldo positivo na apreensão de arma de fogo, que totalizaram 22 nos últimos 31 dias, contra 10 para o mesmo período do ano passado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte