Vida | Consequência

Queda de cabelo, um dos efeitos que a doença pode provocar

Um dos sintomas observados por pacientes em recuperação; queda pode ter origem em diversos fatores
21/03/2021 às 10h24
Queda de cabelo, um dos efeitos que a doença pode provocarDivulgação

São Luís- A OMS (Organização Mundial de Saúde) divulgou que a COVID-19 pode deixar cerca de 55 complicações nas pessoas acometidas pela doença e engloba uma série de sintomas que vão desde náuseas, dificuldade de atenção, insônia, fadiga a perda de cabelo, falta de ar, dor muscular (mialgia), dores nas articulações e dor no peito.

De acordo com a professora de Fisioterapia da Estácio, Yasmine Faccion, que também atua na linha de frente em CTI, os problemas mais comuns que ela observa são diminuição ou perda de força muscular e de amplitude de movimento de membros do corpo, contraturas musculares e sequelas respiratórias.

“Muitos pacientes precisam reaprender movimentos simples, então realizamos exercícios motores, como sentar-se à beira da cama, andar pelo quarto, exercícios de fortalecimento de membros superiores e cicloergômetro (aparelho que permite rotações cíclicas). Dependendo das consequências da doença, executamos treinamento respiratório com aparelhos específicos com carga linear, que fortalecem a musculatura respiratória”, declara Yasmine Faccion.

Queda de cabelo

Um dos efeitos sentidos pelas pessoas, após a recuperação da covid-19, é a queda de cabelo, mas, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o cabelo costuma voltar a crescer.

Camila Queiroz, nutricionista, de 31 anos, teve covid em abril de 2020, não precisou ser hospitalizada, mas sentiu muita fraqueza, febre e tosse. Alguns meses depois ela percebeu uma grande queda de cabelo. “Eu fiquei assustada, meu cabelo caiu muito, achei que ia ficar careca, até cortei um pouco para ver se melhorada. Quando procurei um médico ele me alertou que pode ter sido efeito da covid-19”, relata Camila.

Conforme observou a médica dermatologista da rede Hapvida Saúde, Valéria Cortez, em meados de junho de 2020 foi visto que um dos efeitos pós covid seria a queda de cabelo, e que muitos desses pacientes teriam tido a covid e dois meses depois apresentam o sintoma.

“Essa queda de cabelo é entendida como multifatorial, pois é visto que esses pacientes têm em comum não só o fato de ter tido contato com o vírus, mas também ter tido estresse e preocupação com a pandemia. Além disso, os pacientes apresentam perda de peso, o que reflete na saúde dos cabelos”, explica a médica.

A dermatologista orienta que existem alguns tratamentos capilares para ajudar a minimizar o efeito da queda. “É recomendado alguma terapia capilar como a vacuoterapia, microagulhamento, alta frequência, vapor de ozônio, óleos essenciais, argiloterapia ou a fototerapia”.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte