Ação social

Crianças carentes participam de projeto no São Raimundo

Iniciativa foi do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Social e Cidadania do Maranhão; houve distribuição de brinquedos, lanche e apresentações culturais

Evandro Júnior / O Estado

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h17
Ação do Idescma aconteceu no bairro São Raimundo, nesta semana
Ação do Idescma aconteceu no bairro São Raimundo, nesta semana (Idescma)

São Luís - Pelo menos 170 crianças carentes participaram da sétima edição do “Sonho de Criança”, projeto idealizado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Social e Cidadania do Maranhão Idescma, fundado em 2012, em Turiaçu, e que há quatro anos foi transferido para São Luís. O evento aconteceu no último dia 17, no Conjunto São Raimundo.

Segundo José Antônio de Jesus Santos, diretor-presidente da entidade, a programação incluiu apresentação da diretoria, momento de oração, execução do Hino Nacional e apresentações culturais capitaneadas por crianças assistidas pelo projeto, além de um show com a cantora Vivian Sousa.

“Além disso, o evento contou com a presença de vários voluntários, como assistentes sociais, psicólogos e pedagogos, além da secretária municipal da Criança e Assistência Social de São Luís, Rosângela Bertoldo”, destacou José Antônio de Jesus Santos, acrescentando que o evento contou com a presença de homens do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

A programação teve, também, distribuição de brinquedos por parceiros e lanche. “Nós agradecemos sempre aos nossos parceiros, que nos ajudam nesse projeto, entre empresas e pessoas físicas. Todos os anos, nós realizamos esse evento no mês de dezembro, mas, desta vez, por causa da pandemia, decidimos fazer em janeiro. São crianças residentes no São Raimundo e adjacências e, também, em outros bairros, como Vila Luizão e Bacanga”, destacou o diretor-presidente.

O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Social e Cidadania do Maranhão tem outros projetos, como o “Mulher Feliz”, realizado no mês de outubro, beneficiando mulheres do bairro São Raimundo, em sua maioria. “Não recebemos recursos do poder público. Todos os benefícios vêm de doações da iniciativa privada e de pessoas físicas. Daí a necessidade de termos cada vez mais parceiros”, concluiu José Antônio de Jesus Santos, deixando o número da conta para doações (Caixa - AG: 2080 - OP: 013 - CC: 10412-8).

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.