Consumidor | Evite acidentes

Chuvas aumentam os riscos de quedas de energia e danos a aparelhos eletrônicos

Consumidor deve redobrar os cuidados com a segurança dos equipamentos eletrônicos no Verão, época com maior incidência de raios
13/01/2021 às 17h30
Chuvas aumentam os riscos de quedas de energia e danos a aparelhos eletrônicosNo caso de descargas elétricas por raios, é recomendável instalar dispositivos de proteção contra surtos de tensão (G1)

São Paulo – Apesar das altas temperaturas que a estação apresenta, existem outros transtornos, como é o caso das fortes chuvas que atingem boa parte do Brasil, favorecendo a formação de tempestades e incidência de raios.

De acordo com Pedro Al Shara, CEO e engenheiro elétrico da TS Shara, fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores de tensão, este é um momento que todos devem tomar muito cuidado, uma vez que chuvas podem causar tanto apagões como choques elétricos que podem oferecer riscos aos aparelhos, dessa forma, além dos aparelhos eletrônicos, assim como aos seus consumidores. “As variações de tensão na rede elétrica provocam avarias aos equipamentos e na maior parte dos casos, são imperceptíveis aos usuários imediatamente, pois os componentes são afetados lentamente, diminuindo sua vida útil”, explica o especialista.

Outro aspecto que as tempestades também podem acarretar são os choques elétricos provenientes dos raios, que por sua vez têm em média 30 mil ampères e podem afetar a rede elétrica, já que a descarga chega a percorrer distâncias da ordem de 5km, gerando quedas de energia. Estas, por sua vez, podem danificar os aparelhos eletrônicos, seja de uso corporativo ou doméstico, como TVs, Home Theaters, computadores, impressoras, modens, roteadores, entre outros, caso não estejam protegidos por dispositivos apropriados. “Os investimentos em produtos de proteção de energia de maneira geral não chegam a 5% do valor dos prejuízos causados por raios ou surtos de tensão em residências ou comércios”, esclarece o engenheiro elétrico e CEO da TS Shara, Pedro Al Shara.

SAIBA MAIS

Para evitar muitos desses transtornos, o engenheiro elétrico recomenda alguns cuidados básicos que podem ajudar a proteger os aparelhos eletrônicos, assim como a rede elétrica:

  • – Em caso de falta de energia, o ideal é desligar todos os equipamentos sensíveis – por exemplo, computadores, televisores, aparelhos de DVD e de som da tomada. A medida também é recomendada em casos de variação da tensão – quando a energia não chega a cair completamente e oscila entre altas e baixas tensões.
  • – No caso de descargas elétricas por raios, é recomendável instalar dispositivos de proteção contra surtos de tensão (DPS). Também existem DPSs que podem ser instalados diretamente na tomada utilizada por equipamentos sensíveis, como computadores.
  • – Além deles, há os nobreaks, equipamentos que protegem contra a sobretensão e têm bateria própria que mantém o computador ligado.
  • – Os protetores antirraios também protegem de maneira eficiente qualquer aparelho eletrônico ou de informática a ele ligado, contra descargas atmosféricas (raios), picos de tensão, sobrecarga e curtos-circuitos. O equipamento também tem a função de proteger os pontos de energia (tomadas) contra sobrecargas de equipamentos.
  • – Verifique se não tem algum vazamento, infiltração ou se não está entrando água por alguma janela próxima dos eletrônicos. Caso a água atinja algum equipamento, ele deve ser desligado, assim como todos os disjuntores da residência.
  • – Não quebre o terceiro pino dos carregadores. Ele serve exatamente para proteger os eletrônicos de cargas elétricas muito altas. Ao invés de quebrar esse pino, use um adaptador de tomada.
  • – Em um problema de grande escala, como a queda de um poste, bombeiros devem ser acionados através do 193.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte