Vida | Beleza

Cabelos também envelhecem: saiba como atenuar esse processo

A tricologista Viviane Coutinho também explica que, embora favoreça, o envelhecimento não é determinante da calvície
22/12/2020

São Paulo- Você sabia que assim como a pele e as unhas, os cabelos também envelhecem? Segundo a tricologista Viviane Coutinho, do Rio de Janeiro, os agentes oxidativos e radicais livres deixam as madeixas mais fragilizadas, secas, sem vida, o que compromete nossa saúde capilar. Os fios também não crescem com a mesma velocidade. Isso sem contar com os fios brancos.

"O envelhecimento pode modificar a estrutura dos fios, causar o afinamento, ressecamento e até mesmo um aumento de queda devido declínios hormonais", completa a profissional.

A boa notícia é que é possível reverter ou atenuar esse quadro.

"O ideal é ir contra todo esse processo atenuando todos esses efeitos, com cuidados especiais e entrega de nutrientes importantes que devolvam vitalidade e emoliência aos cabelos”. “É importante fazer uma prevenção para diminuirmos as chances de maiores danos, mas se seus cabelos já se encontram envelhecidos: não desanime!”.

Ela explica que a rotina do dia a dia pode influenciar no processo.

“Uma boa alimentação, prática de atividades físicas e um programa de tratamento pode ajudar muito a deixar suas madeixas mais resistentes e com vitalidade", explica Viviane.

Calvície

É fundamental saber a diferença entre alopecia androgênica e a redução do crescimento dos fios, que acontecem com o passar dos anos. Quem tem tendência à calvície vai perder mais fios com o passar dos anos. Mas o envelhecimento sozinho não faz ninguém ficar calvo.

"Quem já tem a predisposição genética sem dúvida sofre mais com essa perda capilar. Porém, é um alerta importante: todos devem cuidar dos fios para atenuar os sinais e sintomas, afinal é possível passar por toda essa etapa da vida sem muitos danos", finaliza a tricologista.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte